Fábio Câmara assume o comando do PMDB de São Luís e consolida projeto de disputar a Prefeitura.

 

camara pmdb 1
Apoiado por João Alberto (à direita) e outros líderes do partido, Fábio Câmara assume o comando do PMDB em São Luís e será candidato

O PMDB deu ontem um passo decisivo para consolidar o projeto do vereador Fábio Câmara de disputar a Prefeitura de São Luís. Numa convenção animada, durante a qual foram feitos discursos inflamados e surpreendentes, o Diretório de São Luís elegeu, por unanimidade, o vereador como seu presidente, pavimentando, assim, a avenida que certamente o levará à vaga de candidato do partido ao Palácio de la Ravardière. Fábio Câmara tem agora as condições partidárias para se movimentar como o nome do PMDB para a disputa na Capital, o que lhe credencia para falar de igual para igual com os demais postulantes, a começar pelo prefeito Edivaldo Jr. (PDT), que ganhou um adversário, que se não o ameaça ainda, vem demonstrando determinação e vontade política para enfrentá-lo no grande e decisivo debate que se aproxima. Com a definição por Fábio Câmara, o PMDB avança na definição de candidatos em grandes municípios, já tendo confirmado o deputado Roberto Costa para disputar em Bacabal e o delegado Assis Ramos para concorrer em Imperatriz.

Agora no comando do partido em São Luís, substituindo ao deputado Roberto Costa, o vereador Fábio Câmara tem em mãos os instrumentos políticos de que precisa para abrir frentes de entendimentos em todas as direções. O seu primeiro passo será mobilizar todas as forças do PMDB em torno da sua pré-candidatura, de modo a dar-lhe o tamanho do partido. E como um político que nasceu dentro do PMDB, do qual foi funcionário desde a adolescência, conhece os caminhos e as dificuldades dessa tarefa. Mas já começa com o aval do presidente regional do partido, senador João Alberto, que depois da convenção, declarou-se entusiasmado com o pré-candidato demonstrava visível satisfação com os movimentos de Fábio Câmara, exibindo convicção de que o novo presidente municipal do PMDB é o melhor quadro para representar o partido nessa que se desenha como uma das eleições mais importantes dos próximos tempos.

Todas as evidências mostravam que o PMDB não teria outro caminho. Depois da derrota fragorosa nas eleições de 2014, quando perdeu governo, vaga de senador e elegeu poucos deputados federais e estaduais, e por isso empurrado para uma situação inédita na seara oposicionista, o partido não teria outro caminho que não se redefinir internamente e se mostrar com outra cara. Lançar, por exemplo, o ex-deputado Ricardo Murad para disputar a prefeitura de São Luis seria demonstrar que não tirou nenhuma lição da mensagem das urnas em 2014, o mesmo aconteceria se o candidato fosse a ex-governadora Roseana Sarney ou o suplente de senador Lobão Filho. Qualquer um seria trucidado nas urnas e isso minaria muito mais a força que o PMDB ainda tem como agremiação política.

Pesquisas recentes mostram que se apostasse agora nos seus medalhões, o partido sairia das urnas bem mais magro. Apostando numa cara nova, mais identificada com a média do eleitorado e com trânsito nas mais diversas camadas da população, o PMDB pode sair do processo, se não com candidato eleito, pelo menos com um nome jovem fortalecido para embates futuros.

Fábio Câmara representa melhor do que ninguém o segundo cenário. É vereador, conhece São Luís na palma da mão, tem um discurso focado na realidade da Capital, saiu da eleição para deputado com 15 mil votos na Ilha e é ousado e politicamente ambicioso. Além disso, o projeto de ser candidato a prefeito não é um devaneio de agora; ele vem sendo maturado há tempos, o que lhe dá a convicção de que pode alcançar um bom resultado. E foi esse o tom do seu discurso ao assumir ontem o comando do partido e tomar conhecimento de que a deputada Andrea Murad e o ex-secretário da Juventude André Campos também haviam colocado seus nomes à disposição do partido. Se souber mesmo jogar como vem demonstrando, Câmara poderá fortalecer o seu projeto de candidatura com essa disputa interna.

O fato é que o vereador Fábio Câmara se legitimou para chegar aonde chegou. Misturando humildade com ousadia e seguindo uma estratégia cuidadosa mais eficiente, ele conseguiu vencer todos os obstáculos “naturais”, colocou seu nome na mesa das decisões e ganhou o aval do senador João Alberto e da ex-governadora Roseana Sarney, que já deu declarações apontando-o como o seu candidato.

 

PONTO & CONTRAPONTO

Destaque: TV Assembleia comemora 5 anos
humberto na tv al
O presidente Humberto Coutinho e o deputado Alexandre Almeida ouvem explicaçoes do diretor Carlos Alberto Ferreira

Quando se fala em democratizar os meios de comunicação no Brasil, a primeira sugestão que vem à baila é de que numa sociedade de economia aberta esse processo só será quando o Estado investir pesadamente na montagem de uma estrutura de comunicação inteligente e isenta.   Essa perspectiva ganha força quando o objetivo de um veículo público de comunicação é registrar e repercutir, sem pinturas, tudo aquilo que é de interesse público. Foi dentro desse conceito de comunicação pública que nasceu, há cinco anos, completados no dia 27 de janeiro, a TV Assembleia, que representa exatamente esse papel e segue registrando e repercutindo tudo aquilo que acontece no Parlamento Estadual. E muito mais.

Fundada em janeiro de 2011, na gestão do deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), a TV Assembleia é hoje uma emissora consolidada como um veículo de comunicação.

A consolidação da emissora, associada ao crescimento das atividades do Poder Legislativo na área de comunicação, fez com que o segmento necessitasse de mais espaço na nova sede da instituição, no Sítio do Rangedor, que possibilitasse a montagem de uma estrutura bem mais ampla e moderna – estúdio de rádio, TV, sala master, camarim e uma redação. O objetivo: aproximar o cidadão dos 217 municípios da atuação parlamentar, inicialmente através do canal 17 da TV a cabo TVN e do Portal da Assembleia.

Dois anos depois, em 2013, já na presidência do deputado Arnaldo Melo, a TV Assembleia ganhou um canal aberto com sinal digital, 51.2, fruto de uma assinatura de cooperação técnica assinada entre o então presidente da Assembleia, deputado Arnaldo Melo (PMDB) e então presidente do Senado e do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB). Paralelamente a isso, foi construído o Complexo de Comunicação que hoje abriga toda a estrutura de comunicação do Poder Legislativo. Foi a partir daí que todo morador da capital maranhense – e demais municípios- passou a ter acesso à TV do Legislativo, estreitando os laços e garantindo maior transparência nas ações do Parlamento, pois o cidadão passou a acompanhar o dia a dia da Casa.

“Temos um time de profissionais de altíssima qualidade e isso garante a continuidade do trabalho que está sendo feito. Temos também os melhores equipamentos, a melhor estrutura e o compromisso de transformar a TV Assembleia na maior TV do Maranhão”, salientou Carlos Alberto Ferreira, atual diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa.

Atualmente, o novo prédio comporta toda a estrutura do sistema de rádio, redação e o portal de internet, que funcionam de forma integrada e em salas mais amplas e modernas para garantir a melhor qualidade na produção e na transmissão.

“A TV Assembleia não é obra de um engenheiro só. É um edifício em construção. Nestes cinco anos, temos que agradecer a todas as pessoas que fizeram a TV desde o dia 21 de janeiro de 2011. Essas pessoas merecem todos os nossos aplausos, respeito, reconhecimento e consideração. É uma honra grande e um desafio maior ainda ser o diretor de Comunicação. Mas é também um prazer que não sei descrever”, completou Carlos Alberto Ferreira, destacando que tem recebido do presidente do Poder Legislativo, deputado Humberto Coutinho (PDT), apoio incondicional para dar tratamento adequado à emissora.

 

Lobão Filho bate forte em Flávio Dino

lobao_filhoEnganou-se quem imaginou que depois da derrota nas urnas em 2014 e da situação enfrentada pelo senador Edison Lobão (PMDB) no contexto da Operação Lava Jato, o senador Lobão Filho baixaria a guarda e aposentaria seu arsenal político. E isso ficou claro ontem, na sede do PMDB, no ato em que o vereador Fábio Câmara foi alçado ao comando do partido em São Luís. Num discurso enfático e provocador, o suplente de senador Lobão Filho (PMDB) atacou o governador Flávio Dino (PCdoB) ao afirmar que, na avaliação dele, os maranhenses estão arrependidos. Lobão Filho deixou claro que não assimilou ainda o resultado da corrida eleitoral, da qual saiu vencedor, em turno único, o candidato do PCdoB e hoje governador Flavio Dino. “O Maranhão hoje todo se arrepende do que aconteceu há um ano. O destino do Maranhão teria sido outro se o PMDB estivesse no comando do Governo do Estado. Infelizmente o povo sofre no interior, na nossa capital, pela falta de um governo”, declarou. O ex-candidato do PMDB ao Governo do Estado Lobão  acrescentou que, com a derrota nas urnas, houve apenas uma “ruptura temporária” no protagonismo do PMDB na política local. Ele avalia que o partido volta mais forte em 2018, após o resultado das eleições municipais. “Durante muitos anos demos nossa contribuição efetiva na condução do estado do Maranhão. Nas últimas eleições, houve uma pequena ruptura temporária nesse processo”, completou.

 

São Luís, 28 de Janeiro de 2016.

 

 

 

 

Um comentário sobre “Fábio Câmara assume o comando do PMDB de São Luís e consolida projeto de disputar a Prefeitura.

  1. Duas respostas para tua postagem: 1) Nem Fábio Câmara acredita na candidatura dele para prefeito . Todos sabem , inclusive o nobre blogueiro, que Câmara é apenas uma espécie de cortina de fumaça para a candidatura dos Murad 2 ) Lobão Filho deveria estar preocupado não com Flávio Dino e, sim, com o Juiz Sérgio que apura as denuncias de corrupção na Petrobras envolvendo o pai dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *