Edivaldo Jr., Tema Cunha e Carlos Brandão são opções para vice do governador Flávio Dino em 2018

 

Edivaldo Jr., Tema Cunha e Carlos Brandão são opções para a vice de Flávio Dino
Edivaldo Jr., Tema Cunha e Carlos Brandão são opções para a vice de Flávio Dino na disputa do ano que vem

Na última semana, uma possibilidade levantada há algum tempo pela Coluna ganhou força e sacudiu o meio político, a de que o prefeito de São Luís, Edivaldo Jr. (PDT), venha ser candidato a vice-governador na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB), que caminha para pleitear a reeleição. O assunto movimentou o noticiário da blogosfera, alcançou programas de rádio, animou muitas rodas de conversa e fez o sempre muito discreto prefeito Edivaldo Jr. a se manifestar para dizer que é e continuará sendo candidato a cuidar bem de São Luis até o final do seu mandato. Também recentemente, outra possibilidade foi intensamente comentada no meio político, a de que o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema Cunha (PSB), que preside a Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), também é cotado para compor a chapa do governador como candidato a vice. Nesse contexto, é politicamente correto levar em conta a posição do vice-governador Carlos Brandão, que ficará em situação delicada, caso perca o controle do PSDB no Maranhão, como indica a ebulição que tem movimentado o ninho dos tucanos desde o retorno do senador Roberto Rocha aos quadros da agremiação, já na condição de candidato a governador.

A possibilidade de o prefeito Edivaldo Jr. vir a compor a chapa do governador Flávio Dino não é um projeto já com forma e conteúdo, mas é tem lastro e forte motivação para sê-lo.  Todas as análises sobre o futuro imediato do governador Flávio Dino sugerem que, se reeleito, ele cumprirá seu mandato até abril de 2022, quando se desincompatibilizará para candidatar-se ao Senado ou – quem sabe? – compor chapa e entrar na corrida presidencial, seja como vice, seja como cabeça de chapa. Se esse roteiro se concretizar em qualquer um dos cenários possíveis, o governador pretende passar o bastão governamental para alguém da sua mais absoluta confiança e que seja plenamente identificado com o seu projeto de Governo e de poder. Jovem, ficha limpa, com pés no chão e experiência sólida e sinalizando que pretende ir muito além do que o Palácio de la Ravardière, o prefeito de São Luís se encaixa inteiramente no vice imaginado pelo governador Flávio Dino.

Prefeito de Tuntum pela quinta vez, período em que transformou a cidade e o Município como um todo, e presidente da Famem pela terceira vez, Cleomar Tema Cunha construiu uma carreira que o tornou conhecido em todo o Maranhão, não apenas como um gestor eficiente, mas também como um articulador tarimbado, que conhece todas as filigranas da política maranhense, principalmente na seara por onde transitam prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e líderes municipais dos mais diversos naipes. Como prefeito de Tuntum, Tema Cunha vem se notabilizando pela capacidade que tem de mobilizar lideranças numa arrojada política municipalista, que o leva aos grandes e pequenos municípios maranhenses, cujos problemas conhece na palma da mão. Tema Cunha levanta a guarda quando alguém o provoca sobre o assunto, dizendo no máximo que o assunto não está na sua pauta política.  Mas na verdade, seu nome é considerado para vice do governador Flávio Dino.

O vice-governador Carlos Brandão encabeça a lista dos nomes lembrados para ser o companheiro de chapa do governador Flávio Dino em 2018. Não há como negar que ele tem exercido o seu papel de vice-governador corretamente e cumprindo missões para as quais é designado pelo governador, como incursões pela China, por exemplo, em busca de investimentos para o Maranhão.  Com posição firme pelo fato de comandar o PSDB no estado e mantê-lo na aliança que dá sustentação ao Governo, Brandão vive um duro processo de erosão política com a decisão do partido de migrar para oposição ao governador. Há quem acredite que, mesmo com esse revés partidário, ele continuará a compor a chapa como vice de Flávio Dino, mas há também os que acreditam que ele continuará na chapa.

Vale lembrar que ainda é muito cedo para que essa questão seja resolvida. Mas vale lembrar também que dificilmente a escolha do candidato a vice-governador sairá desse contexto.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Aliados do governador Flávio Dino, Luis Fernando e Neto Evangelista podem deixar o PSDB

Luis Fernando Silva e Neto Evangelista ficam com Flávio Dino
PSDB: Luis Fernando Silva e Neto Evangelista ficam com Flávio Dino

A reviravolta no PSDB com o ingresso e a candidatura do senador Roberto Rocha ao Governo do Estado apanhou no contrapé o prefeito de São José de Ribamar Luis Fernando Silva, e o deputado estadual licenciado e secretário e Desenvolvimento Social, Neto Evangelista. Os dois já declararam que permanecerão na aliança liderada pelo governador Flávio Dino, mesmo que tenham de deixar o PSDB. Nesse momento, tudo indica que o caminho dos dois é mesmo sair do ninho dos tucanos e procurar um novo pouso partidário. Luis Fernando Silva justifica sua posição com dois argumentos. O primeiro é o de que ingressou no PSDB atendendo a convite formulado por Carlos Brandão. O outro é que mantém um bom relacionamento político e institucional com o governador Flávio Dino, não tendo, portanto, motivos para dar uma guinada no sentido de se afastar. O secretário Neto Evangelista, por sua vez, também não está disposto a  abrir mão do cargo e do seu relacionamento com o governador Flávio Dino, que lhe deu as condições necessárias para que levasse à frente vários programas sociais de grande importância, como os Restaurantes Populares, que triplicaram na sua gestão. Os dois estão dispostos mudar de partido para preservar o bom relacionamento com o Governo do PCdoB.

 

Hilton Gonçalo se movimenta como quem se prepara para entrar na briga eleitoral

16/05/2014.Crédito:Karlos Geromy/OIMP/D.A.Press.Brasil.São Luís-MA. Dr. Hilton Gonçalo do PDT-MA, reivindica candidatura para Governador do Maranhão.
Hilton Gonçalo poderá encarar as urnas em 2018

A definição das regras eleitorais deve levar o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), a decidir se permanecerá no cargo ou abrirão mão dele para encarar as urnas em 2018 disputando um mandato federal, seja de deputado federal ou de senador da República. O prefeito, cuja gestão é aprovada por mais de 80% da população, se dedica intensamente ao trabalho no sentido de melhorar o padrão de vida em Santa Rita, mas encontra tempo também incursionar pela região como alguém que está em busca de suporte eleitoral para as eleições do ano que vem. Político legitimado pelas elevadas votações que tem recebido e pelas boas avaliações do seu trabalho executivo, Hilton Gonçalo se mantém politicamente ativo e avaliando a possibilidade de encarar as urnas. E de acordo com políticos que o conhecem, não será surpresa se ele vier a se lançar candidato ao Senado nos primeiros dias de janeiro.

 

São Luís, 11 de Outubro de 2018.

 

3 comentários sobre “Edivaldo Jr., Tema Cunha e Carlos Brandão são opções para vice do governador Flávio Dino em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *