Adriano Sarney diz que o Maranhão “está falido” e anuncia série de discursos para “desmentir” Flávio Dino

 

Adrianoi Sarney inicia série de ataques ao governador Flávio Dino
Adriano Sarney inicia uma  série de ataques ar Flávio Dino

O Grupo Sarney fez ontem uma declaração de guerra ao governador Flávio Dino (PCdoB) e seu Governo, numa demonstração direta que disparará todos os cartuchos que conseguir reunir para desgastá-lo durante a campanha eleitoral. E o fez pela palavra do deputado estadual Adriano Sarney (PV), que num discurso inesperado, principalmente pela ênfase e pela agressividade, avaliou que “o Maranhão quebrou, está falido”. O parlamentar se referiu a um levantamento publicado pelo jornal Valor Econômico segundo o qual o Maranhão teria fechado o exercício fiscal de 2017 com um déficit financeiro de R$ 1,1 bilhão, 311% maior do que o de 2016, enquanto o vizinho Piauí, governado pelo PT, teria fechado as contas de 2017 conseguindo a proeza de reduzir um déficit de R$ 536 milhões para R$ 43 milhões. “O Maranhão teve a pior performance entre os estados entre 2016 e 2017”, afirmou.

Em meio às duras críticas que fazia, o deputado do PV fugiu ao seu estilo comedido e foi mais agressivo: “Isto tudo tendo o governador comunista e mentiroso aumentado impostos para fazer campanha e gastar o dinheiro de forma irresponsável porque, após ter torrado todo o dinheiro do BNDES em campanhas municipais, agora vai entregar o Estado do Maranhão para a próxima governadora plenamente falido”.

O deputado Adriano Sarney – que é o primogênito do deputado federal Sarney Filho (PV), candidato ao Senado, e representa a terceira geração de políticos da família comandada pelo ex-presidente José Sarney (MDB) – fechou seu discurso avisando que, a partir agora, a cada semana subirá à tribuna para mostrar dados numéricos que, segundo garante,  demonstrarão que “o Maranhão está falido”, e que o sucesso do Governo Flávio Dino é fruto da “propaganda comunista”. E foi mais longe: “A farra de Flávio Dino acabou. Acabou porque agora ele vai encarar a Oposição que traz números a esta tribuna. A Oposição que presta serviços a esse estado e que traz a verdade e não a mentira. As mentiras que eles gostam de contar. E toda semana subirei a esta tribuna para desmentir. Hoje estou desmentindo o fato de dizer que o Estado do Maranhão está sanado. Não está”.

O deputado Adriano Sarney deixou claro que estava pondo em prática uma estratégia destinada a bombardear a credibilidade do governador Flávio Dino e sua gestão, pretendendo com isso comprometer o seu favoritismo na corrida eleitoral. Tanto que tentou produzir uma cizânia no plenário ao afirmar que, por causa da suposta falência do Estado, os deputados não terão suas emendas parlamentares liberadas. E nessa linha de ataque, o deputado do PV foi em frente, saindo do ringue político para disparar no campo pessoal.

– Eu quero dizer, Senhor Presidente, que o Carnaval acabou, que o governador nadou de braçada nesses últimos dias, falou sozinho, falou sem Oposição, pulou o seu Carnaval, levou sua claque para falar que amava ele. Cenas que pareciam mais uma caricatura. Aquele sujeito ali no meio da multidão, que nem gostava de Carnaval, dava para ver na cara dele, mas estava fazendo ali o seu papel de Rei Momo do Carnaval – atacou, surpreendendo pela agressividade das suas declarações.

Feito de afogadilho quase o final da sessão, o discurso do deputado Adriano Sarney causou maior impacto no plenário, mas foi ouvido com muita atenção por integrantes proeminentes da bancada governista. Um deles disse à Coluna que o pronunciamento foi “um grito de desespero”, porque eles estão perdidos.  Pode ter sido, mas chamou atenção a coincidência de o parlamentar ter aberto suas baterias contra o governador exatamente no dia em que se notícia que o avô dele, José Sarney, deixou de vez a política do Amapá e voltou a ser eleitor do Maranhão, podendo votar e ser votado.

O discurso do deputado Adriano Sarney foi um sinal claro de que ele e o grupo que representa jogarão pesado para fragilizar o governador Flávio Dino. O fazem sabendo, por outro lado, que o governador também tem munição o pesada para devolver os ataques.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Tema atua forte em Brasília no movimento que busca mais recursos para os municípios

Tema Cunha (centro): atuação forte em Brasília por recursos para municípios
Tema Cunha (centro):presidente da Famem tem atuação forte em Brasília por recursos para municípios junto à U nião

Em Brasília desde segunda-feira (19), o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, tem atuado como um dos principais porta-vozes dos prefeitos brasileiros no movimento que lideranças municipalistas realizam nesta semana em Brasília em busca de recursos para fortalecer a atuação das Prefeituras. Ele tem cintado com o apoio da bancada maranhense. Ontem, o presidente da Famem participou de um café da manhã com parlamentares que integram a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios e com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) , na Câmara Federal. O tema dominante da reunião foram os esforços das entidades representativas dos municípios pela aprovação de projetos de Lei em favor dos municípios, em especial, o AFM que prevê a injeção de R$ 2 bilhões nos município. Nesse encontro, dirigentes das entidades municipalistas e os parlamentares discutiram a tramitação de vários outros projetos que estabelecem benefícios para os municípios, nas mais diversas áreas. “Estamos numa batalha sem trégua aqui em Brasília. Estamos vigilantes e todo tempo, buscando apoio de nossa bancada e da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios, uma vez que são vários projetos ora em tramitação e se não lutarmos, se não mostrarmos unidade, sairemos no prejuízo”, afirmou Cleomar Tema, que retorna hoje ao Maranhão. Em conversa com prefeitos e congressistas, o residente da Famem, que retorna hoje a São Luís, assinalou que o apoio da bancada maranhense está sendo muito importante nesta luta, enfatizando que independentemente de cores partidárias, todos os parlamentares estão focados na defesa dos municípios maranhenses.

 

Andrea Murad vai continuar na política, provavelmente como candidata a deputada federal

Andrea Murad: tudo indica que disputará cadeira na Câmara Federal
Andrea Murad: tudo indica que disputará cadeira na Câmara Federal

Errou quem prenunciou que a deputada Andrea Murad (MDB)  abandonaria o caminho das urnas. Ao contrário, ela não esconde a animação com sua carreira política e está se preparando para a corrida eleitoral, devendo disputar uma cadeira na Câmara Federal. O projeto de se mudar para Brasília a partir de fevereiro do ano que vem ainda não está inteiramente amarrado, o que alimenta também a possibilidade, bem mais remota de ela tentar a renovação do mandato na Assembleia Legislativa. Ele parece animada com a ideia de atuar na Câmara Federal, mas também demonstra que gosta da Assembleia Legislativa, e principalmente da tarefa política de fazer oposição cerrada ao governador Flávio Dino e ao Governo do PCdoB. Tanto que ontem mais uma vez ela “pegou pesado” ao cobrar do Governo a publicação do de todos os valores que entraram nas cintas públicas como multa de trânsito, levantando suspeitas de “algo está muito errado nessa política”.

São Luís, 20 de Fevereiro de 2018.

 

Um comentário sobre “Adriano Sarney diz que o Maranhão “está falido” e anuncia série de discursos para “desmentir” Flávio Dino

  1. É isso aí deputado Adriano Sarney! Continue a sua luta e no combate de tanta desfaçatez deste governo perseguidor sobre uma questão tão importante. Esse governo é falência total, e só funciona à base da mentira, das falcatruas e da roubalheira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *