Rogério Cafeteira reage a Adriano Sarney afirmando que denúncia de que Estado faliu é puro factóide

 

Rogério Cafeteira rebate ataque de Adriano Sarney sobre as finanças do Estado
Rogério Cafeteira rebate ataque de Adriano Sarney sobre as finanças do Estado em discurso ontem na Assembleia

Quando, em discurso feito na terça-feira (20), acusou o governador Flávio Dino (PCdoB) de haver acumulado um déficit de R$ 1,1 bilhão no exercício financeiro de 2017, calculando ter sido 311% maior do que o de 2016, tendo, por isso, “quebrado o Estado”, e ainda avisando que a partir de agora mostrará a cada semana, com números, que o Maranhão “está falido”, segundo informações publicadas pelo jornal Valor Econômico, o deputado Adriano Sarney (PV) certamente calculou que enfrentaria rebordosa. E ela veio ontem (21), pela voz do líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), que rebateu cada uma das afirmações do parlamentar oposicionista  mostrando números do Governo do Estado. A reação do líder governista estabeleceu que a guerra provocada por Adriano Sarney será um animado “bateu, levou”.

O líder Rogério Cafeteira jogou duro para desmontar a acusação de que o governador Flávio Dino “quebrou” o Estado. Exibindo uma série de números e informações – algumas do próprio jornal Valor Econômico -, Cafeteira classificou de “factóide” a denúncia do parlamentar sarneysista.  E concluiu afirmando que, apesar da crise que vem sufocando as finanças públicas em todos os níveis, a situação financeira do Maranhão “estão muito bem”, se comparadas com as de outros entes da Federação. Rogério Cafeteira mostrou que, com base em informações do próprio jornal Valor Econômico sobre os dados do resultado primário da economia dos estados e sua relação com os repasses feitos pela União por meio da repatriação, Adriano Sarney teria criado o factóide de que o Maranhão estaria quebrado e com um déficit de R$ 1,1 bilhão.

– O foco da reportagem, na verdade, não é era a saúde financeira dos estados. O foco foi a importância da repatriação para as economias dos municípios e dos estados do Brasil. É importante nós ressaltarmos a diferença de resultados primários, de saldo em caixa. E aqui eu queria dar um número: a disponibilidade de caixa do Maranhão colocado em relatório da gestão fiscal preliminar é de R$ 1,4 bilhão – assinalou Cafeteira, explicando esse valor que o Governo mantém em caixa cobre o déficit do resultado primário, que é preliminarmente de R$ 1,1 bilhão.

Decido a mostrar que o deputado oposicionista jogou errado, o líder governista explicou que, no que tange as despesas de pessoal, o Maranhão é o 2º Estado com melhor equilíbrio na relação entre receita líquida e com gastos com pessoal. “Se formos levar também outros indicadores, que não apenas o resultado primário na avaliação fiscal dos Estados, o Maranhão tem uma situação ainda extremamente confortável. Despesas com pessoal: Nós temos 42,39% sobre a receita corrente líquida. Dívida consolidada: 51,33% da receita corrente líquida. Limite para operações de crédito: 3,61%. E regra de ouro”, destacou.

No rebate ao ataque de Adriano Sarney, Rogério Cafeteira levantou m argumento consistente e incontestável: lembrou que o próprio Valor Econômico classificou, em matéria de outubro do ano passado, o Maranhão, proporcionalmente, como a segunda melhor situação entre todos os entes da Federação no que se refere às despesas com pessoal do Poder Executivo. E consolidou o argumento lembrando que também o jornal Folha de São Paulo registrou com destaque que, ao contrário da esmagadora maioria, Alagoas, Pará, Ceará, Maranhão e Piauí não tiveram suas contas deterioradas nos últimos três anos.

– Jornal O Globo já havia mostrado também que o Maranhão é o segundo Estado que melhor controla os gastos em todo o país – assinalou Rogério Cafeteira, acrescentando: “O Maranhão tem saúde fiscal mais sólida do que em 2014” – último ano de governo de Roseana Sarney (MDB).

Exibindo a convicção de que inviabilizou o primeiro ataque do deputado Adriano Sarney ao Governo na guerra que terá desfecho nas urnas, o líder Rogério Cafeteira criticou o parlamentar oposicionista por haver, segundo ele, usado uma parte da reportagem do jornal Valor Econômico para disseminar uma notícia que, garante, não é verdadeira. “Isso, graças a Deus, é constatado por toda a imprensa e pelos órgãos que têm por função fazer essas análises”, finalizou o líder do governo.

Com sua reação, o líder Rogério Cafeteira deixou no ar a impressão de que o Governo está preparado para rebater qualquer ataque que partir da metralha oposicionista de Adriano Sarney. Vale, portanto, aguardar o petardo prometido para a próxima semana pelo porta-voz sarneysista.

 

PONTO & CONTRAPONTO

Região Tocantina: aliados de Flávio Dino vão lançar movimento por sua reeleição

Marco Aurélio anuncia movimento em Imperatriz pela reeleição de Flávio Dino
Marco Aurélio anuncia ato em Imperatriz com lideranças da Região Tocantina  pela reeleição do governador  Flávio Dino,

Aliados do governador Flávio Dino vão transformar Imperatriz, no dia 02 de Março, no ponto de partida da pré-campanha do chefe do Governo à reeleição. A largada será dada num ato público em que será lançado o movimento “Somos Flávio Dino de Novo”, que deverá reunir aliados imperatrizenses e de mais 22 municípios da Região Tocantina e será a base da campanha do governador á reeleição. A deflagração do movimento foi anunciada ontem pelo deputado Marco Aurélio (PCdoB) em contundente discurso na Assembleia Legislativa. “A nossa região Tocantina toda representada em um grande ato, reconhecendo o que o Governador tem feito para fortalecer a nossa região. O trabalho feito na saúde sendo reconhecido. O trabalho feito na educação, seja com Escola Digna, seja com a criação da Uemasul, sendo reconhecido. O trabalho feito na infraestrutura com que os municípios da nossa região Tocantina estão sendo todos contemplados pelo Programa Mais Asfalto. Além de tantos outros investimentos que reforçam esse âmbito de um governo municipalista que reforça e que ajuda os municípios, indistintamente de quem está sendo o gestor desse município”, justificou. Marco Aurélio garante que o ato “Somos Flávio Dino de Novo” reunirá deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores, lideranças políticas e cidadãos do povo. Marco Aurélio avalia que o ato reunirá os líderes que acompanharam Flávio Dino em 2014 e que a elas se juntarão muitas outras que hoje reconhecem o trabalho do governador pela Região Tocantina. O parlamentar do PCdoB garante que o movimento é espontâneo, sem qualquer tipo de pressão, exatamente por ser um ato de reconhecimento e de manifestação de apoio político.

Em Tempo: Coincidência ou não, o movimento “Somos Flávio Dino de Novo” será lançado no vácuo deixado pela ex-governadora Roseana Sarney, que havia programado fazer um movimento político em Imperatriz no final desta semana, mas desistiu.

 

Fora do PSDB, Sérgio Frota pode ingressar no PRB ou no PR

Sérgio Frota pode entrar no PRB ou no PR
Sérgio Frota pode entrar no PRB ou no PR

O deputado Sérgio Frota esta vivendo momentos de indefinição em relação ao seu futuro partidário. Decidido a não permanecer no PSDB hoje sob o comando do senador Roberto Rocha, o parlamentar está avaliando duas possibilidades. A primeira é ingressar no PRB, para onde devem migrar o vice-governador Carlos Brandão e pelo menos 15 dos 29 prefeitos decididos a romper com o PSDB, e onde acredita ter espaço para levar em frente o seu projeto de reeleição. A outra é desembarcar no PR, partido controlado no estado pelo deputado Josimar de Maranhãozinho, com quem mantém um relacionamento de amizade e parceria, como na gestão do Sampaio Corrêa. Sérgio Frota gostaria mesmo era de permanecer no PSDB, pelo qual se elegeu vereador de São Luís em 2012 e deputado estadual em 2014. Mas se diz tranquilo tendo as duas opções alinhavadas.

São Luís, 21 de Fevereiro de 2018.

Um comentário sobre “Rogério Cafeteira reage a Adriano Sarney afirmando que denúncia de que Estado faliu é puro factóide

  1. O Governador Flávio Dino sofre com a síndrome de abstinência ao Sarney e o sistema mirante,ele está tão doente q sequer deu uma palavra de apoio ou ajudou aos famigerados Venezuelanos q estão fugindo do regime comunista pra não morrer de fome, vamos abrir os olhos se não o Maranhão vai virar uma Venezuela levando em conta esses números. Nicolas Maduro quebrou a Venezuela e o Flávio Dino quebrou o Maranhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *