Márcio Jerry manda recado direto do Governo à Oposição: “Estamos prontos para vencer”

 

Márcio Jerry: manifestações traduzem ânimo elevado dentro do Giverno
Márcio Jerry: manifestações traduzem ânimo elevado dentro do Governo para as eleições

“Estamos preparados para vencer”. Dita pelo presidente do PCdoB, secretário de Estado de Comunicação e Articulação Política e principal porta-voz do governador Flávio Dino (PCdoB), jornalista Márcio Jerry, em entrevista publicada na edição de domingo (18) de O Imparcial, a frase repercutiu fortemente, ganhando força de recado direto à Oposição.  Houve quem concordasse plenamente com a afirmação, por entendê-la como uma manifestação que traduz o estado de ânimo dentro do Governo; mas também houve quem enxergasse nela um caso de excesso de confiança por parte do secretário. A média das interpretações das palavras do articulador-mor revela que dentro do Governo é contagiante o otimismo em relação às eleições, principalmente por conta do desempenho do governador Flávio Dino na sua corrida em busca de mais um mandato no Palácio dos Leões. O fato é que, como sempre, declarações do secretário Márcio Jerry causam forte impacto no meio político e são interpretadas como a opinião que predomina na cúpula do Governo. Não fosse assim, dificilmente o secretário de Comunicação e Articulação Política, com um recall invejável de militância, não faria declarações desse naipe com tanta ênfase.

Quando diz que ele, o governador e seus aliados estão “preparados para vencer”, o articulador-mor se vale de uma série de situações que injetaram ânimo na base governista e acenderam o alerta vermelho nas forças adversárias, a começar pelo Grupo Sarney, que tem na ex-governadora Roseana Sarney (MDB) o seu único trunfo em condições de participar da disputa pelo Palácio dos Leões. Foram informações que colocaram o Maranhão na condição de estado melhor administrado nesse momento no País.

O governador do Maranhão fechou o ano apontado como responsável pelo segundo melhor equilíbrio fiscal entre os estados, e um dos poucos a fazer investimentos fortes, principalmente em educação, saúde e segurança. E começou 2018 sendo apontado pelo portal G1, do Sistema Globo, como o governador que mais cumpriu promessas de campanha (93%), e sendo reconhecido oficialmente pelo Ministério Público estadual pelo sem empenho na luta contra a corrupção, num país onde a maioria dos governadores enfrenta algum tipo de problema nessa área e onde ex-governadores estão na cadeia. E para completar, a mais recente pesquisa de opinião para medir a corrida sucessória no Maranhão, feita pelo instituto Data Ilha e registrada no TRE, informa que se a eleição fosse hoje, o chefe do Executivo estadual seria reeleito com 62% dos votos válidos contra 29% da ex-governadora Roseana Sarney.

Ao contrário do que podem supor adversários e críticos do Governo, o secretário de Comunicação e Articulação Política não fez na entrevista uma interpretação pretensiosa nem incoerente da situação. Experiente nesse jogo, e muito tarimbado em matéria de campanha eleitoral, e como o chefe do partido que domina atualmente o tabuleiro político maranhense, Márcio Jerry é, no momento, um dos políticos mais bem informados do estado. Quando faz esse tipo de declaração, se manifesta com base em pesquisas recentes e em informações que colhe junto aos mais diversos segmentos com os quais se relaciona. São dados, se não precisos, muito próximos da realidade, provavelmente os mesmos com que a ex-governadora Roseana Sarney, e que lhe desenham um quadro razoavelmente confiável. Portanto, o secretário de Comunicação e Articulação Política sabia o que estava dizendo quando respondeu a O Imparcial.

É importante observar que a declaração completa, publicada na capa do jornal, justifica o seu desfecho. Disse o secretário Márcio Jerry: “É necessário colocar sempre à frente a agenda da mudança que ocorre no Maranhão, tudo sem desmantelar a coalizão, formada até agora por 14 partidos. Estamos preparados para vencer”.

Quando fez tal declaração, o articulador-mor do Governo mandou um recado à Oposição, certo de que os adversários teriam muita dificuldade para contestá-lo.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

César Pires critica Governo pela situação das MAs que cortam o Baixo Parnaíba

César Pires cobra recuperação de MAs no Baixo Parnaíba
César Pires cobra do Governo do Estado a recuperação de MAs no Baixo Parnaíba

O deputado César Pires (PEN) fez ontem uma contundente cobrança ao Palácio dos Leões: a recuperação das MAs que cortam o Baixo Parnaíba.  Ele cobrou providências urgentes para que as vias sejam recuperadas. “A região está isolada pela ineficácia do Governo do Estado”, enfatizou. Afirmando que percorreu a região e documentou o quadro, o parlamentar  lamentou que a MA-034 esteja cortada. “As obras que ligam os municípios de São Bernardo (MA) a Luzilânia (PI) estão paradas, assim como o recapeamento da estrada de Chapadinha ao Pirangi. Na rodovia entre São Bernardo e Magalhães de Almeida, os buracos são visíveis. E não é só por causa das chuvas, mas pela inoperância do Governo do Estado”, destacou.

César Pires chamou atenção para o fato de que o Governo do Piauí realizou os serviços necessários em seu território, mas dentro do Maranhão só existem placas anunciando a recuperação da MA-034. “A estrada está arrebentada, destruída, cortada. Deixaram no isolamento uma região produtiva. Para chegar àquelas cidades tem que ir por Teresina, passar pelo Pirangi e voltar, ou ir por uma estrada que está quase intrafegável que liga Paulino Neves a Barreirinhas”, informou.

E usando um tom de quem estava querendo o enfrentamento verbal, o deputado codoense desafiou a bancada governista a desmentir suas afirmações. “São fatos incontestáveis. Lamento que o Governo do Estado tenha deixado acontecer esse isolamento geográfico e faço um apelo para que não vejam as minhas ponderações com ódio, mas com a responsabilidade de reparar aquela triste situação para a população do Baixo Parnaíba”, ressaltou.

 

Haroldo Saboia comunica ao PSOL que não será candidato neste ano

Haroldo Saboia: decisão de não concorrer às eleições de outubro
Haroldo Saboia: decisão de não concorrer às eleições 

O ex-deputado federal Haroldo Saboia comunicou ao comando estadual do PSOL que não será candidato às eleições desta ano. O partido contava com a candidatura dele ao Senado ou à Câmara Federal como um trunfo para fazer uma campanha mais abrangente e aguerrida. Um dos nomes mais proeminentes da esquerda no Maranhão, nascido no antigo MDB, pelo qual se elegeu deputado estadual em 1978 e fez uma carreira política respeitável, apesar dos altos e baixos nas urnas, Haroldo Saboia  peregrinou por vários partidos – sempre mais à esquerda –, se estabelecendo finamente no PSOL, pelo qual disputou vaga no Senado em 2014. Com a decisão de não se candidatar, Haroldo Saboia não encerra suas atividades políticas. Segundo o professor Odívio Neto, pré-candidato do PSOL ao Governo do Estado, o partido lamentou a decisão de Haroldo Saboia de não se candidatar, mas está certo de que contará com a experiência dele para orientar a agremiação durante a campanha. Militante político de tempo integral, com mandato ou sem mandato, o ex-deputado Haroldo Saboia certamente atenderá ao chamado do partido, motivado pela postura segundo a qual não faz política, faz história.

São Luís, 20 de Fevereiro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *