Assembleia reabre nesta segunda com os deputados envolvidos na corrida pelo voto nos 217 municípios.

 

depcandidatos
Roberto Costa, Wellington do Curso, Eduardo Braide, francisca Primo e Alexandre Almeida estão na corrida pelo vo

A Assembleia Legislativa retoma suas atividades nesta segunda-feira (1) num ambiente em que o tema dominante será as eleições municipais. E muito provavelmente repetirá a tradição de se tornar um fórum ativo e privilegiado de debates sobre os mais diferentes aspectos do processo eleitoral em curso, como também espaço para o embate entre deputados envolvidos direta e indiretamente na disputa que está, seja como candidatos a prefeito, seja como apoiadores de candidatos na peleja, sendo travada com unhas e dentes nos 217 municípios maranhenses, onde serão escolhidos prefeitos e vereadores. Cinco dos 42 deputados estaduais – Roberto Costa (PMDB), Alexandre Almeida (PSD), Wellington do Curso (PP), Eduardo Braide (PMN) e Francisca Primo (PCdoB) – enfrentarão as urnas, enquanto os demais participarão do processo inteiramente envolvidos com a disputa nas suas bases políticas. Para todos, sem exceção, o resultado das eleições municipais ser a base da sua sobrevivência ou da sua derrocada.

Entre os deputados que encararão as urnas em outubro em busca de viabilizar um projeto de gestão municipal e, naturalmente, um projeto político, o que está melhor situado é o pemedebista Roberto Costa, que disputará a Prefeitura de Bacabal. Agora na liderança do grupo formado pelo senador João Alberto (PMDB), Roberto Costa deve enfrentar o ex-prefeito Zé Vieira (PP), numa disputa em que as diferenças são marcantes. No segundo mandato parlamentar, mas com larga experiência política e administrativa, Roberto Costa tem como adversário um ex-prefeito e ex-deputado federal com mais de 70 anos e problemas judiciais que, em princípio, o impedem de ser candidato. Todas as pesquisas feitas recentemente apontam o deputado pemedebista com o líder na preferência do eleitorado. O pemedebista tem criticado duramente a gestão de Bacabal em discursos convincentes.

O deputado Wellington do Curso será em convenção no dia 3 de agosto confirmado como candidato do PP a prefeito de São Luís. Numa movimentação surpreendente, o deputado alcançou a terceira posição na preferência do eleitorado da Capital, tecnicamente empatado com a candidata do PPS, Eliziane Gama, e ameaçando o prefeito Edivaldo Jr. (PDT). Wellington do Curso transformou a tribuna da Assembleia Legislativa numa espécie de trincheira de onde nos últimos meses disparou, diária e sistematicamente, duros ataques à administração municipal. É quase certo que usará ainda mais o espaço parlamentar para fustigar adversários, pelo menos no período que antecederá a campanha.

O deputado Alexandre Almeida (PSD) será o adversário mais forte do prefeito Luciano Leitoa (PSB) na disputa para a Prefeitura de Timon.  Alexandre Almeida vem fazendo severas críticas à administração de Luciano Leitoa da tribuna da Assembleia Legislativa, sinalizando que o embate no terceiro maior colégio eleitoral do Maranhão será cerrado. As pesquisas mostram o prefeito Luciano Leitoa como líder nas intenções de voto, mas Alexandre Almeida espera reverter essa tendência atraindo o apoio do grupo da ex-prefeita Socorro Waquim (PMDB). Ninguém duvida que Alexandre Almeida continuará usando a tribuna parlamentar para atacar o prefeito antes da campanha oficial.

Candidato a prefeito de São Luís, o deputado Eduardo Braide (PMN) usou pouco a tribuna da Assembleia Legislativa para tratar da disputa eleitoral. Um dos mais atuantes membros da Casa, ele preferiu agir na articulação política, de modo a consolidar o seu projeto de candidatura. Mesmo assim, Braide fez críticas ao prefeito Edivaldo Jr., principalmente no plano da saúde pública, área na qual tem um trabalho de largo; alcance, notadamente no combate ao câncer. É provável que continue sem usar a tribuna no embate político visando as urnas.

A deputada Francisca Primo, que trocou o PT pelo PCdoB, está na corrida pela Prefeitura de Buriticupu, mas não levou o embate eleitoral para o plenário da Assembleia Legislativa, onde as questões municipais costumam desaguar. Discreta, fazendo sempre discursos pontuais sobre essa ou aquela ação do governo e reivindicando obras e ações públicas para as suas bases, a deputada comunista deverá continua na sua linha de ação.

Além dos deputados-candidatos, todos os demais parlamentares têm participação direta no processo eleitoral. A começar por aqueles que têm pessoas próximas na disputa, a exemplo do presidente Humberto Coutinho (PDT) cujo sobrinho, Leo Coutinho (PSB), está na corrida pela reeleição em Caxias, e o irmão, Fwerdinando Coutinhoi (PSB), é candidatoà Prefeitura de Matões. O deputado Leo Cunha (PSC) tem o irmão, Ribinha Cunha, como candidato a prefeito de Imperatriz, e a deputada Ana do gás está na luta pela reeleição do marido, Eunélio Macêdo, para a Prefeitura de São Antonio dos Lopes. Fora da disputa em São Luís, a deputada Andrea Murad (PMDB) vai se desdobrar pela reeleição da mãe, Tereza Murad, para a prefeitura de Coroatá. Na mesma batida, o deputado Rigo Teles (PV) entra briga pela eleição do irmão, Pedro Teles, para a Prefeitura de Barra do Corda, o que acontece também com o deputado Ricardo Rios (Solidariedade), que deve dedicar esforços na campanha em que sua mãe, Dóris Pearce, busca renovar o mandato de prefeita de Vitória do Mearim

O trabalho mais dedicado à campanha eleitoral feito até gora na Assembleia Legislativa e que deve continuar em agosto é o do deputado Edivaldo Holanda (PTC), que há mais de um semestre vem dedicando todos os seus discursos quase diários à promoção da administração do prefeito Edivaldo Jr., apostando suas fichas políticas na reeleição do herdeiro.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Convenção: Edivaldo Jr. confirmado candidato à reeleição
edivaldoconvenção
Edivaldo Jr. liderou convenção gigante que confirmou sua candidatura à reeleição

O prefeito Edivaldo Jr. foi ungido ontem à condição de candidato do PDT à reeleição. A unção aconteceu ontem nas instalações da casa de shows Batuque Brasil, na Cohama, onde milhares de partidários realizaram a maior convenção para as eleições de outubro ocorrida até aqui. O prefeito foi ovacionado por representantes dos 13 partidos que firmaram a coligação que embalará sua candidatura. O prefeito demonstrou segurança no seu discurso, afirmando que São Luís melhorou nos últimos três anos e meio, e garantindo que está preparado para os desafios que se apresentarão nos próximos quatro anos, a partir de janeiro do ano que vem. “Faremos uma campanha limpa e honesta, levando propostas para a população de São Luís. Vamos continuar avançando para fazer uma cidade muito melhor”, declarou o prefeito e agora candidato à reeleição.

A convenção do PDT foi uma grande festa, em volume e em entusiasmo. O candidato e seus aliados foram ovacionados, numa demonstração de força política e eleitoral pouco vista nos últimos tempos. O prefeito saiu do evento partidário como líder de uma gigantesca aliança formada por 13 partidos, sob a liderança do PDT e o apoio do PCdoB. Com o desfecho da convenção favorável a ele próprio, o prefeito, que já lidera as intenções de voto, apesar de amargar uma rejeição elevada (35%), mas reversível.  Nesse momento, o prefeito assume também a condição de favorito na corrida ás urnas.

 

Presente manterá Assembleia funcionando durante a campanha
humberto 9
Humberto Coutinho vai organizar agenda para manter Assembleia funcionando durante acampanha

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), avalia que nos próximos dois meses, tempo em que durará a corrida às urnas, será impossível manter o ritmo de trabalho da Casa. Nesse período, os deputados estarão mergulhados na guerra pelo voto nos 217 municípios do maranhão, o que os impedirá de manter a normalidade na instituição. Por isso, vai estabelecer um roteiro de trabalho que assegure a votação de matérias importantes, mantendo assim o funcionamento mínimo, de modo a que os deputados se programem para conciliar as atividades legislativas com a corrida eleitoral. Com larga experiência em períodos eleitorais – tem seis mandatos de deputado estadual e dois de prefeito de Caxias -, Humberto Coutinho sabe que não é possível assegurar o funcionamento integral da Casa, mas também tem plena consciência de que há como suspender as atividades legislativas por causa de eleições.

 

São Luís, 30 de Julho de 2016.

Um comentário sobre “Assembleia reabre nesta segunda com os deputados envolvidos na corrida pelo voto nos 217 municípios.

  1. Cheio de equívocos teus comentários : Eunelio e Dóris já estão no segundo mandato , portanto não poderão se candidatar , e o candidato em Barra do Corda é o Junior do Nenzim e não Pedro Teles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *