Dino e Lula reforçam laços para juntar forças e Roseana vai ter a sombra de Temer na corrida às urnas

 

Flávio Dino e Lula e Roseana Sarney e Michel Temer: alianças para as eleições
Flávio Dino e Lula e Roseana Sarney e Michel Temer: alianças firmadas para as eleições do ano que vem no Maranhão

A participação destacada do governador Flávio Dino no 14º Congresso do PCdoB, realizado no fim da semana passada em Brasília, e a ação política consistente e contínua do ex-presidente José Sarney (PMDB) junto ao presidente Michel Temer (PMDB) delinearam bem como as forças que se baterão no pleno nacional se movimentarão no Maranhão. A reunião do PCdoB colocou mais uma vez – e parece que agora em caráter definitivo – o governador Flávio Dino (PCdoB) e o ex-presidente Lula da Silva (PT) lado a lado para a guerra eleitoral. E a ação política do ex-presidente José Sarney parece que consolidou o apoio do presidente Michel Temer (PMDB) como o lastro principal do projeto por meio do qual a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) pretende disputar o Governo do Estado. Entre esses dois projetos de rolo-compressor se movimenta a candidatura do senador Roberto Rocha pelo PSDB, que deve abrir caminho para a provável candidatura tucana do atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

É cada vez mais forte a ligação política do governador Flávio Dino com o ex-presidente Lula. E a menos que haja uma reviravolta surpreendente, os dois marcharão juntos em 2018, o governador lutando pela reeleição e o ex-presidente tentando voltar ao Planalto. Apesar dos pequenos azedumes que aqui e ali estremecem as relações do PT com o PCdoB, numa ciranda que às vezes envolve também PSB e PDT, Flávio Dino tem sabido levar à frente a aliança reconstruída depois do longo casamento do PT com o PMDB. Em tempos de duro desgaste para o PT, o governador Flávio Dino tem emprestado seu prestígio numa enfática defesa de Lula. A relação indica que, mesmo que venha a ser judicialmente impedido de ser candidato, Lula entrará de cabeça na campanha de Flávio Dino, que por sua vez apoiará incondicionalmente candidato o PT, que deve ser o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

O ex-presidente José Sarney tem se movimentado com toda sua expertise na construção da ponte que está transformando o projeto eleitoral da ex-governadora Roseana Sarney na lista de prioridades do PMDB e do presidente Michel Temer na corrida eleitoral de 2018. A movimentação que resultou na escolha do delegado Fernando Segovia para o comando da Polícia Federal mostrou o grau de sintonia do ex-presidente como o atual ocupante do Palácio do Planalto. Nos bastidores de Brasília corre que, mesmo impopular, o presidente Temer aposta alto na recuperação econômica, e esteira da façanha, embalar algumas candidaturas da preferência do PMDB e dele próprio, sendo a de Roseana Sarney uma delas. Essa decisão foi tomada na euforia da derrubada da segunda denúncia contra o presidente. E foi a batida de martelo que levou a ex-governadora desembarcar em São Luís alguns dias depois como candidata assumida, indicando que se Michel Temer tivesse sido afastado ela não entraria na briga pelo Palácio dos Leões.

Tudo está sendo desenhado para que esse seja o embate central da corrida aos Leões no ano que vem. O governador Flávio Dino vem dando ênfase política cada vez maior às ações do seu Governo, cumprindo uma agenda intensa de visitas ao interior para inaugurar e anunciar obras. Sabe que, exatamente por estar fora do poder, Roseana Sarney tentará retomá-lo usando todo o seu arsenal político e midiático, como está fazendo no caso da Operação Pegadores. E nessa guerra entrarão Lula por Flávio Dino e vice versa, e os ventos do Palácio do Planalto por Roseana Sarney. A primeira aliança já está selada e dificilmente sofrerá algum revés. A segunda já é fato, mas ainda está ganhando forma nas sombras e será mostrada à medida que as notícias econômicas sejam mais alvissareiras.

Nesse contexto, observadores mais exigentes sugerem mais tempo para o embate Flávio Dino/Roseana Sarney seja definido, chamando atenção para a candidatura do senador Roberto Rocha, que nas suas avaliações, pode ganhar impulso com a candidatura presidencial do PSDB. São poucos os que apostam que ele leve a melhor, mas são muitos os que acreditam que ele pode vir a desequilibrar a disputa.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Cleide Coutinho pede aos amigos tempo para “Grandão” possa se recuperar tranquilo

Cleide e Humberto Coutinho: a médica e esposa cuidando marido e parceiro
Cleide e Humberto Coutinho: a médica e esposa cuidando marido e parceiro

O deputado Humberto Coutinho (PDT), presidente da Assembleia Legislativa e um dos pilares da aliança que hoje governa o Maranhão, está vencendo a batalha contra um quadro infeccioso no intestino. A boa nova veio a público ontem na forma de uma nota emitida por sua inseparável esposa Cleide Coutinho. Com a autoridade de mulher e médica, Cleide Coutinho informou que o tratamento está em franca evolução, mas para que seja eficiente, é necessário que Humberto Coutinho permaneça em completa reclusão, seguindo rigidamente recomendações médicas e longe da agitação e das emoções. O comunicado faz todo sentido para quem conhece Humberto Coutinho. Médico por formação e profissão, o deputado descobriu na política a sua verdadeira vocação. E desenvolveu uma maneira singular de praticá-la: conversando, ao pé do ouvido, e assumindo parcerias e compromissos que nunca deixaram de ser cumpridos, honrando a palavra acima de tudo. Por isso dedica a maior parte do seu tempo recebendo deputados, prefeitos, vereadores e líderes os mais diversos. Cada conversa é uma história, que puxa pela emoção. E nesse momento, o que ele menos precisa é de emoção forte ou de fazer esforços prejudiciais à sua recuperação. Daí o apelo forte feito por Cleide Coutinho, a pedido da equipe médica, no sentido de que seus amigos, especialmente deputados, evitem visitá-lo. Segue a nota:

Nota pública

A equipe médica que acompanha o tratamento do Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho, solicitou que todas as visitas ao parlamentar sejam suspensas até a completa recuperação do quadro infeccioso.

De acordo com o médico, as visitas que Dr. Humberto tanto gosta de receber, provocam muita emoção ao nosso amigo, exigindo esforços que no momento não são bons para a sua recuperação.
A Dra. Cleide Coutinho e família agradecem a todos pela compreensão e assim que o ‘Grandão’ voltar ao seu pleno restabelecimento, ficará muito feliz de receber as visitas que tanto o emocionam e agradam.

Caxias, 20 de novembro de 2017

Cleide Barroso Coutinho

 

Weverton Rocha não deixa que prisão de Rosângela Curado interfira na sua corrida ao Senado

Weverton Rocha: atuação intensa na liderança do PDT na Câmara Federal
Weverton Rocha: atuação intensa na liderança do PDT na Câmara Federal

Ao contrário do que alguns previram – a Coluna inclusive -, o deputado federal Weverton Rocha (PDT) não está permitindo que a prisão de Rosângela Curado na Operação Pegadores abale o seu projeto de chegar ao Senado nas eleições do ano que vem. O líder do PDT na Câmara Federal vem cumprindo uma programação intensa de encontros regionais, como o que aconteceu em Timon, no final da semana, quando recebeu declaração de apoio do prefeito Luciano Leitoa e, com ele, o aval do PSB à sua candidatura. Rosângela Curado foi uma aposta alta e errada, mas que poderia ajudá-lo a disseminar sua candidatura na Região Tocantina, a começar por Imperatriz, onde Curado parece ter ainda uma réstia de liderança. Focado no seu projeto senatorial, Weverton Rocha mantém uma atividade política frenética, percorrendo os quatro cantos do Maranhão, para consolidar pequenas, médias e grandes bases eleitorais. O jovem líder pedetista sabe que está numa guerra de gente grande, na qual não haverá espaço para vacilação nem passo em falso. Daí o seu cuidado em não se envolver diretamente no charco descoberto pela Operação Pegadores, ainda que a ação da PF esteja sob uma forte sombra de dúvidas. Principalmente pelo fato de que, ainda que as pesquisas não o apontem como um dos favoritos, é quase unanimidade no meio político que ele tem possibilidade de chegar onde planejou.

São Luís, 20 de Novembro de 2017.

3 comentários sobre “Dino e Lula reforçam laços para juntar forças e Roseana vai ter a sombra de Temer na corrida às urnas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *