Flávio Dino articula bem e garante, sem traumas, espaço para as candidaturas de Duarte Jr. e Rubens Jr.  

 

Flávio Dino desarmou a bomba no PCdoB ao acomodar Duarte Jr. e Rubens Jr. na disputa de São Luís

A filiação do deputado estadual Duarte Júnior no Republicanos, em ato em Brasília com a presença do vice-governador Carlos Brandão, e prestigiado pelo comando nacional do partido, e uma comunicação do presidente estadual do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, via twitter, confirmando a pré-candidatura do deputado federal licenciado Rubens Júnior, atual secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, funcionaram como desfecho de uma novela de roteiro intenso que sacudiu os bastidores do partido do governador Flávio Dino por causa da  corrida à Prefeitura de São Luís. Aguardadas com forte expectativa por todos os grupos e pré-candidatos interessados na sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), as decisões envolvendo Duarte Júnior e Rubens Júnior foram fortemente influenciadas pelo Palácio dos Leões, uma vez que tiveram o aval explícito e público do governador Flávio Dino, que assim deu sinal de largada na corrida ao Palácio de la Ravardière.

Chamou a atenção o fato de que o governador Flávio Dino usou inteligência política e desarmou sem traumas um imbróglio que tinha grande potencial para produzir uma baita crise na base política e partidária do Governo. Depois de avaliar que, por uma ampla lista de motivos, Duarte Júnior não se encaixaria no perfil de candidato do PCdoB nessa disputa, o governador o estimulou a procurar novo pouso partidário – liberando-o para fazê-lo sem o risco de perder o mandato – que acabou sendo o Republicanos (ex-PRB), hoje o bastião partidário do vice-governador Carlos Brandão, sua figura maior. E no caso de Rubens Júnior, avaliou que ele tem a cara do PCdoB, dispondo, portanto, das credenciais políticas e ideológicas para falar com legítimo representante do partido e, por via de desdobramento, do Governo na guerra pela Prefeitura de São Luís.

Os movimentos do governador, do presidente do PCdoB e do vice-governador detonaram o embrião de crise sem perder seus quadros, mantendo-os em espaços destacados da aliança partidária que forma a base governista. Duarte Júnior vai para a disputa partidariamente confortável e sem o compromisso de poupar a administração municipal, mas também com o propósito de se tornar o adversário principal do candidato do Podemos, deputado federal Eduardo Braide, favorito disparado na preferência do eleitorado, segundo todas as pesquisas realizadas até aqui. Rubens Júnior, por seu turno, terá como candidato uma posição mais delicada, devendo usar tom forte em relação aos problemas da Capital, mas adotando um discurso mais moderado quanto aos oito anos da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Essas posturas, porém, vão depender de como se comportará o candidato do ou apoiado pelo PDT, que, tudo indica, será o deputado estadual Neto Evangelista (DEM).

Quando partiu para resolver de vez a equação que agitava os bastidores do PCdoB, o governador Flávio Dino que não enxergou outra solução satisfatória se não abrir caminho para Duarte Júnior e Rubens Júnior. Se optasse por tirar Duarte Júnior do páreo, estaria cometendo o grave erro de sufocar os passos iniciais de uma das mais consistentes promessas da nova geração política do Maranhão, um político com brilho próprio e com um enorme potencial de crescimento, e que, travado, poderia se tornar um quadro insatisfeito e até mesmo incômodo na engrenagem governista. A opção de dar a Rubens Júnior a vaga de candidato do PCdoB seguiu a mesma lógica: trata-se de um quadro atuante, correto, leal, dedicado e, mesmo sem os traços de fenômeno eleitoral, tem potencial para resolver situações mais complexas e abrangentes no futuro. É saudável para ambos vivenciar uma disputa majoritária agora, independentemente de qual venha a ser o desfecho da eleição.

Ao resolver a equação dentro do PCdoB, criando as condições para as candidaturas do deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos) e do deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), o governador Flávio Dino conteve a agitação e o disse-me-disse na sua base e pautou, finalmente, a corrida para a Prefeitura de São Luís, sinalizando que pretende usar todo o seu arsenal político para manter o Palácio de la Ravardière alinhado ao Palácio dos Leões.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Destaque

Sob o comando de Othelino Neto, “Assembleia em Ação” chega à Região Tocantina

Othelino Neto comandará amanhã o “Assembleia em Ação” em Imperatriz

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) desembarca hoje em Imperatriz para comandar, amanhã (14), a quarta edição do projeto “Assembleia em Ação” cujo objetivo é “promover a troca de conhecimentos e experiências entre o Legislativo Estadual e as Câmaras de Vereadores e aproximar, cada vez mais, a Assembleia dos municípios, da classe política e da sociedade, para que a população conheça melhor o que é produzido no Parlamento Estadual”.

Trata-se de uma iniciativa inovadora se comparada com muitas outras que foram colocadas em prática. O “Assembleia em Ação” tem como base a transmissão de informações essenciais para enriquecer o funcionamento das casas legislativas. Como evento, tem servido também como espaço de debate de problemas regionais, a começar pelo fato de que o público maior é formado por vereadores de municípios que integram a Região Tocantina, que abrange 23 municípios cujas populações somadas alcançam mais de 700 mil pessoas. Vale lembrar que o “Assembleia em Ação já foi realizado em Balsas (Região Sul), Timon (Região Leste) e Trizidela do Vale (Região Central), alcançando cerca de 70 municípios e uma população superior a 1 milhão de habitantes.

E Imperatriz, o evento será realizado no auditório do Hotel Imperial e será aberto às 9 horas com uma palestra do presidente Othelino Neto. A partir de então, às 9:30h o diretor geral da Mesa Diretora da Alema, Bráulio Martins, e o consultor legislativo de Direito Constitucional, Anderson Rocha, palestram sobre processo legislativo, mostrando como funciona o Poder Legislativo, suas atribuições e a importância das suas decisões na vida da população. Às 10h15, palestra com o tema “Eleições 2020: as mudanças na legislação eleitoral” será ministrada pelo diretor de Administração da Assembleia, Antino Noleto.

Após as palestras, o evento será aberto a pronunciamentos e debates, normalmente com a participação de deputados da região, que aproveitam o espaço para denunciar problemas e cobrar soluções, o mesmo fazendo prefeitos e vereadores. Os debates e pronunciamentos iniciam às 11h com encerramento previsto para o meio-dia.

Em todas as edições do evento, Othelino Neto informa os inúmeros projetos aprovados recentemente pela Casa, visando beneficiar os municípios maranhenses, sejam eles propostos pelos deputados ou mensagens encaminhadas pelo Poder Executivo, a exemplo da lei alterando o ICMS para beneficiar os setores da sociedade que mais precisam, com a redução do ICMS sobre o gás de cozinha (que era de 18% e passou para 14%), benefícios fiscais a taxistas, reativação do programa Moto Legal, e diversos outros projetos. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Assembleia Legislativa)

 

Fora da disputa pela Prefeitura, o vice Júlio Pinheiro deve ser candidato a vereador

Júlio Pinheiro (d): parceiro leal de Edivaldo Holanda Júnior, deve ir para a Câmara Municipal

O vice-prefeito Júlio Pinheiro, que comanda o Diretório do PCdoB em São Luís, também usou o twitter para comunicar a confirmação do deputado federal Rubens Júnior como pré-candidato do partido à sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Com o gesto, o vice-prefeito dá adeus definitivo ao projeto de sair candidato do PCdoB à sucessão do prefeito, de quem tem sido um aliado forte e leal, várias vezes escalado para missões espinhosas, como a de dialogar com servidores, principalmente os da área de educação. Definitivamente fora da corrida sucessória, Júlio Pinheiro deverá renunciar à condição de vice-prefeito para concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de São Luís, com cacife para sair das urnas com boa votação. Professor de carreira e com larga experiência da área sindical, Júlio Pinheiro é um político forjado nas fileiras do PCdoB, considerado por muitos como um dos quadros de proa do governador Flávio Dino, principalmente por sua proximidade do presidente do partido, deputado federal Márcio Jerry.

São Luís, 13 de Fevereiro de 2020.

 

2 comentários sobre “Flávio Dino articula bem e garante, sem traumas, espaço para as candidaturas de Duarte Jr. e Rubens Jr.  

  1. A cidade precisa ser sacudida e alguém tem de tira-la do atraso que perdura anos,isto é, desde a era Jackson Lago. Para termos uma ideia,a recuperação dos meios fios da imensa avenida dos franceses , que faz parte da entrada da cidade, somente agora está sendo feita a passo de tartaruga,e que sempre foi um desafio para os prefeitos que assumiam. A cidade cresce desordenada e sem planejamento,o que aumenta os seus problemas e a torna feia. Espero que o Duarte Junior com sua juventude e visão empreendedora,resgate esse tempo perdido. Agora,se é jogada do governador Flávio Dino, foi muito bem representada pelos seus atores para a população,contudo,o Duarte precisa ter honradez e personalidade para saber impor seus planos e seus objetivos. Nem os dedos das mãos são iguais.

  2. Nessa pré campanha rumo a prefeitura de São Luís, muito dos candidatos parecem o burro ou o jumento quando estão puxando a carroça e os seus olhos são impedidos de olharem para o lado. Dessa coletânea de candidatos lançada pelo governador , o Duarte Júnior vai comendo pelas beiradas como se estivesse comendo um mingau quente. Vem mostrando seu amadurecimento como parlamentar e o seu carisma junto aos jovens aumenta todos os dias com ações em participações de eventos quando é solicitado. Tem tudo para ser um grande prefeito e é merecedor pela sua visão de mudanças e posturas administrativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *