Hildo Rocha denuncia a mão da Rede Globo por trás do voto de Sérgio Zveiter contra Michel Temer

 

Hildo Rocha: denúncia forte contra a Rede Globo
Hildo Rocha: denúncia forte de ação da Rede Globo contra presidente Michel Temer

Em meio a uma enxurrada de pronunciamentos de ataque e defesa, ao jogo exibicionista, às agressões descabidas e à manipulação que movimentaram a sessão da CCJ da Câmara dos Deputados em que o relator Sérgio Zveiter apresentou seu relatório e parecer favorável a que a Câmara dos Deputados autorize a investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB), coube ao deputado maranhense Hildo Rocha (PMDB) fazer uma revelação que pode ser encarada como a chave para as respostas de quem suspeita de que o presidente da República está sendo vítima de uma armação. Hildo Rocha surpreendeu meio mundo ao levantar a grave afirmação de que o relator estaria fazendo as vezes de pau mandado e que o seu manipulador seria a Rede Globo.

Sem meias palavras e com a ênfase de quem queria ser ouvido, o deputado Hildo Rocha disparou: “Porque o deputado Sérgio Zveiter fez esse relatório? É porque há quarenta anos ele e a família dele trabalham para a Rede Globo de Televisão. Todo mundo está vendo a Rede Globo de Televisão fazendo uma campanha insana contra o presidente da República. É porque teve interesses contrariados. Eu não me surpreendi, porque não foi surpresa para mim o relatório do Sérgio Zveiter. Ele é empregado, juntamente com a família dele, da Rede Globo”.

Hildo Rocha é um político muito experiente, bem articulado, e principalmente bem informado para ter inventado um factóide envolvendo o deputado-relator Sérgio Zveiter, sua família e a Rede Globo. A julgar pelas suas relações com os concessionários da Rede Globo no Maranhão, a começar pela sua líder, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), a lógica recomendaria que Hildo Rocha fosse o último aliado de Michel Temer a pronunciar o discurso que pronunciou com transmissão ao vivo para todo o País. Portanto, é absolutamente lógico e lícito supor que quando levantou a suspeita de que o deputado-relator Sérgio Zveiter estaria a serviço da Rede Globo contra Michel Temer, Hildo Rocha sabia exatamente o que estava dizendo, e certamente dispondo de argumentos para sustentar o que disse. A começar pelo fato de que a campanha “insana” da Rede Globo contra o presidente Michel Temer é óbvia, escancarada e incontestável. E nesse contexto, é improvável que o pemedebista tenha levantado tal suspeita por um rasgo de irresponsabilidade parlamentar, apenas para fortalecer seu discurso contra o relatório e a favor do presidente da República. Outro deputado até poderia fazer esse jogo, mas Hildo Rocha não o fez. Suas declarações foram muito contundentes, pronunciadas com a ênfase de quem pretendia de fato dar-lhes eco.

É difícil imaginar que o deputado Hildo Rocha estivesse objetivando comprar uma briga sem eira nem beira com a Rede Globo, correndo o risco de ser  transformado em alvo de retaliação e certamente triturado pela máquina global. E não será surpresa se o pemedebista tiver colocado em prática uma estratégia tramada na cúpula do PMDB.

Se não foi trombeteado como deveria por sua gravidade do seu conteúdo, o trecho do discurso em que Hildo Rocha denuncia a armação Sérgio Zveiter/Rede Globo contra o presidente Michel Temer certamente não foi ignorado. Mas chamou atenção o fato de que os telejornais da Rede Globo não registraram as declarações do deputado pemedebista, dando clara impressão de que preferem que elas passem para a História como um mero momento de destempero verbal de Hildo Rocha. Sim, porque com certeza não foi por considerá-las sem importância, mas muito provavelmente por preferir não ratificar o ditado popular segundo o qual “onde a fumaça, há fogo”.

O fato é que o deputado Hildo Rocha foi muito além dos demais parlamentares que criticaram o relatório e o parecer do relator Sérgio Zveiter. E se houvesse alguma seriedade e honestidade de propósito nesse processo, o comando da Comissão deveria dar ao deputado Hildo Rocha pelo menos a oportunidade para que ele pudesse esclarecer melhor essa história. Afinal, é difícil aceitar de cara que ele tenha inventado uma estória ou nada tivesse dito.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Fundeb: deputados reagem contra sacrifício imposto pelo Governo da União às Prefeituras

Othelino Neto, Roberto Costa, Bira do Pindaré e Fábio Braga: protesto contra Governo da União
Othelino Neto, Roberto Costa, Bira do Pindaré e Fábio Braga: protesto contra União por corte no Fundeb

Os deputados Othelino Neto (PCdoB), Roberto Costa (PMDB), Bira do Pindaré (PSB) e Fábio Braga (PTdoB), protestaram ontem, com veemência e firmeza contra o duro golpe que aplicou contra as finanças das Prefeituras e do Governo Federal ao desrespeitar o acordo firmado com a Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) cobrando o valor do reajuste de uma só vez e não parcelado, como havia sido acordado com a entidade municipalista, o Governo estadual e o Ministério da Educação. Com a medida, que tomou o governador Flávio Dino e os 217 prefeitos maranhenses de surpresa, o Governo da União provocará um verdadeiro caos nas finanças municipais, justificando inteiramente o protesto feito ontem pelos quatro parlamentares.

Para o deputado Roberto Costa, se esse corte no Fundeb, realmente, for concretizado, vai se criar uma situação jamais vista no Estado do Maranhão, na área da Educação. “Acho que todas as forças políticas precisam, neste momento, dar as mãos, porque é um assunto extremamente preocupante que vai atingir uma parcela da população. Acho que, neste momento, as questões políticas nós vamos ter que deixar de lado”, defendeu. Roberto Costa informou que os senadores João Alberto (PMDB) e Edson Lobão (PMDB) se reunirão hoje com o presidente Michel Temer para expor o problema e cobrar uma solução.

Othelino Neto, por sua vez, afirmou que é mais uma maldade do presidente Temer com o Brasil e que, mantida essa decisão, muitos prefeitos não vão ter condições de honrar a folha de pagamento. “A bancada do Maranhão no Congresso Nacional, me disseram os deputados Rubens Júnior (PC do B), que é o coordenador da bancada maranhense, e o deputado Weverton Rocha, líder do PDT na Câmara dos Deputados, que iriam se reunir ainda hoje em companhia do Presidente da Câmara, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM), com o presidente da República, para tentar fazer com que seja cumprido o compromisso e reverta essa situação gravíssima que foi imposta aos prefeitos”, revelou. “Não imaginava que o Governo Federal fosse capaz de tamanha maldade quanto essa que está fazendo contra a educação, contra o povo brasileiro”, protestou o 1º vice-presidente da Alema, anunciando que protocolou uma Moção de Repúdio ao Governo da União a ser submetida ao plenário.

Bira do Pindaré avaliou que o impacto nas contas das Prefeituras e do Governo do Estado é gigantesco e cobrou uma reação da bancada do Maranhão no Congresso Nacional. “O que fazem os senadores do Maranhão que não reagem em razão de uma situação como essa? Por que não usam o poder que eles têm para barrar essa situação que está acontecendo agora contra o Estado do Maranhão. Eu tenho absoluta certeza que nós temos capacidade de reverter isso”, frisou. “Portanto, eu conclamo toda a classe política, todos aqueles que têm voz, sobretudo em Brasília, para que a gente possa reunir e reagir conjuntamente, garantir que essa situação seja revertida”, assinalou.

Fábio Braga destacou: “Autorizando o desconto de R$ 47 milhões nas costas do Governo do Estado e de R$ 177 milhões nas contas das Prefeituras Municipais, o Governo Federal descumpre o acordo. São, portanto, mais de R$ 224 milhões a menos nos cofres das Prefeitura e do Governo do Estado. É profundamente lamentável e mesquinha essa decisão. É unilateral, no momento em que o País enfrenta problemas seríssimos de toda ordem”. Para ele, já há um movimento forte feito pelo presidente da Famem,  Cleomar Tema, os prefeitos e o Governo do Estado também, no sentido de reverter a decisão e fazer com que o Governo Federal volte a cumprir o acordo firmado de parcelar o débito.

 

Imagem gera especulações sobre preferência de Flávio Dino para a disputa pelas duas vagas no Senado

Flávio Dino: afagos nos pré candidatos Weverton Rocha e Eliziane Gama
Flávio Dino: afagos nos pré candidatos ao Senado Weverton Rocha e Eliziane Gama

Causou reações diversas a imagem publicada pelas redes no final da semana mostrando o governador Flávio Dino emoldurado de um lado pelo deputado federal Weverton Rocha (PDT) e candidato assumido a uma das vagas no Senado, e de outro a deputada federal Eliziane Gama (PPS), ela também admitindo se lançar à guerra eleitoral com o mesmo objetivo. Para alguns, a imagem revela a chapa preferencial do governador para representar o movimento que lidera na corrida à Câmara Alta. Se a especulação tiver fundo de verdade, o governador não apoiará a candidatura do ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), confirmando rumores que há muito circulam nos bastidores partidários. O governador Flávio Dino, no entanto, não fez até agora nenhuma declaração explícita e incontestável de opção põe essa ou aqueles candidatura, deixando primeiro que os pré-candidatos avancem e consolidem seus projetos, para lá na frente definir essa chapa sem maiores problemas.

São Luís, 10 de Julho de 2017.

3 comentários sobre “Hildo Rocha denuncia a mão da Rede Globo por trás do voto de Sérgio Zveiter contra Michel Temer

  1. quem foi que deu furo da reportagem a Globo com jardim é interessante como e foi só começar a mexer no bndes que a Globo começou a campanha contra o temer.pois iria descobrir os roubos da Globo no bndes com ajuda do Pt pois ela colocar o Lula 171.ladrão.para encobrir seus assaltos no bndes Este verme com apoio dessa empresa caloteiros é eu fosse o temer executava sua dívida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *