16ª Conferência: PCdoB consolida Flávio Dino, avaliza ações do Governo e define rumos para 2020 e 2022

 

Flávio Dino, Márcio Jerry, Luciana Santos (presidente nacional) e Othelino Neto: comando do PCdoB consolidado na 16ª Conferência Estadual do partido

O braço maranhense do PCdoB, de longe o mais musculoso e influente do partido em todo o País na atualidade, com a responsabilidade de comandar os Poderes Executivo e Legislativo do Estado, realizou sexta-feira e sábado, em São Luís, a sua 16ª Conferência Estadual, por meio da qual confirmou a sólida liderança do governador Flávio Dino, agora vendo nele um potencial presidenciável para 2022. O partido reelegeu presidente o deputado federal Márcio Jerry e avisou que irá com tudo para as eleições municipais do ano que vem, com o objetivo de eleger pelo menos 60 dos 217 municípios maranhenses, a começar pelo sucessor do deputado Edivaldo Holanda Jr. (PDT) na Prefeitura de São Luís e pelo deputado Marco Aurélio em Imperatriz. Foi sua maior reunião, tendo atraído 300 delegados municipais e mais de 800 participantes.

A abertura, na noite de sexta-feira, contou com a presença de líderes de diversos partidos que formam a aliança que dá suporte ao Governo do Estado – Josimar de Maranhãozinho (PL), Gastão Vieira (PROS), Cléber Verde (Republicanos), Bira do Pindaré (PSB), entre outros -, e da presidente nacional, a vice-governadora de Pernambuco Luciana Santos, que destacou a importância do PCdoB maranhense e o tamanho do político Flávio Dino no cenário nacional. O ato de abertura foi encerrado com um denso e entusiasmado discurso do governador, que criticou o Governo do presidente Jair Bolsonaro, condenou sua política de confronto, defendeu a libertação do ex-presidente Lula e sinalizou nas entrelinhas que, se for o caso, está pronto para entrar na corrida presidencial.

No plano geral, os líderes, delegados e militantes do PCdoB avaliaram que o partido está no caminho certo no Governo do Maranhão, optando por aplicar o grosso dos recursos disponíveis em obras de infraestrutura e na construção do chamado “estado social”, com investimentos num sistema educacional forte – escola digna, escola de tempo integral e IEMAS –, numa estrutura de saúde – hospitais, clínicas especializadas e espaços de saúde e lazer – e segurança pública, com a aplicação dos recursos possíveis na estrutura policial e na humanização dos presídios. E no plano político, as lideranças do PCdoB ratificaram a bem-sucedida política de alianças mantida pelo governador Flávio Dino.

O mesmo aval foi dado à movimentação do governador no plano nacional, como a importante participação dele na defesa da liberdade do ex-presidente Lula da Silva (PT) – o governador participou da abertura da Conferência com uma camiseta com a palavra-de-ordem “Lula livre” estampada no peito. Ao mesmo tempo, sinalizando que tem o PT e outros partidos de esquerda como aliados preferenciais, o PCdoB deixou muito claro que o seu foco é para uma candidatura presidencial própria, só condicionada a uma eventual – mas improvável – candidatura de Lula da Silva em 2022. Tanto que, depois de afirmar que “aqui no Maranhão vocês fazem a diferença, vocês são o contraponto dessa onda antipovo e antinacional que se chama bolsonarismo”, a presidente nacional do PCdoB foi taxativa: “Em 2022 o PCdoB terá um candidato à presidência do Brasil”.

No seu discurso, o governador Flávio Dino mandou para o espaço a especulação de que poderia mudar de partido para disputar a eleição presidencial, enfatizando que no plano partidário o que funciona é a parceria: “Nós somos um partido que valoriza a lealdade e valorizamos tanto que a ação judicial que soltou o presidente Lula foi proposta pelo PCdoB. E, eu lembro isso porque preciso ter coragem para enfrentar aquilo que se apresenta como dominante”. E na mesma linha, como um recado direto a aliados que se fecham, acrescentou: “Precisamos ter coração e coragem para continuar a marcha da esperança com o sorriso nos lábios, nos orgulhando das nossas conquistas, dos elogios que recebemos pelo que estamos fazendo no Maranhão. Estou muito feliz, tranquilo e determinado porque, o que nós estamos fazendo no Maranhão, conseguimos fazer em todo o Brasil. Viva o PCdoB”. Foi ovacionado por líderes e militantes do partido e aplaudido pelos chefes partidários aliados   presentes.

Em resumo: na sua 16ª Conferência Estadual, o PCdoB do Maranhão deixou claro que o seu projeto de poder no estado vai muito além do Governo Flávio Dino.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Reeleito presidente do PCdoB, Márcio Jerry mantém função de principal articulador do Governo

Márcio Jerry (camisa amarela na mesa) foi reeleito por aclamação pelos delegados

O deputado federal Márcio Jerry foi reeleito presidente do PCdoB no Maranhão na 16ª Conferência Estadual. A decisão, tomada por aclamação, confirmou uma reeleição largamente anunciada, uma vez que nada havia de divergência quanto a esse ponto. Um dos mais ativos e coerentes militantes da esquerda no Maranhão, forjado nas complicadas assembleias do Movimento Estudantil, o que lhe deu experiência e habilidade para atuar como articulador dentro e fora da esquerda, Márcio Jerry se tornou a principal referência do PCdoB maranhense depois de Flávio Dino. Tanto que com a chegada ao poder em 2014, foi designado para comandar duas áreas sensíveis e de importância capital para o Governo: a comunicação e a articulação política, sem abrir mão da presidência do partido, e com a complicada tarefa de ser o principal conselheiro político do governador. Deu conta das tarefas, e sempre atuando na linha de frente da defesa do Governo, o que lhe permitiu pavimentar via política e eleitoral que o mandou para Brasília em 2018. Na Câmara Federal, Márcio Jerry vem cumprindo exatamente o roteiro anunciado na campanha: Oposição implacável ao Governo Bolsonaro, defendendo, ao mesmo tempo, um relacionamento institucional republicano entre o Palácio dos Leões e o Palácio do Planalto, ocupando cada vez mais na cúpula nacional do PCdoB. Sua reeleição se explica com o fato de que neste momento dificilmente outro nome se ajustaria ao comando do partido como o dele. Ao receber a aclamação, ele declarou:

“Continuarei me dedicando ao máximo para manter o PCdoB na rota do crescimento, da ampliação de espaço e da construção de alternativas não apenas para o Maranhão, mas também para o Brasil”.

 

Othelino Neto ganha musculatura política no comando da Alema e amplia espaço no PCdoB

Ao lado de Flávio Dino, Marcio Jerry e Luciana Santos, Othelino Neto defendeu o Governo e a ação política do PCdoB durante a 16ª Conferência Estadual do partido

A 16ª Conferência Estadual do PCdoB consolidou o deputado Othelino Neto, presidente da Assembleia Legislativa (Alema), como uma das lideranças mais fortes do partido. Primeiro pelo espaço que vem ocupando como militante da agremiação, e depois pelo forte trabalho de articulação que vem realizando como chefe do Poder Legislativo no sentido de manter o ambiente republicano que vem garantindo a estabilidade institucional e, com ela, a governabilidade no Maranhão, o que significa também administrar a pancadaria da Oposição contra o Governo. No seu discurso, Othelino Neto falou inicialmente como militante partidário defendendo a união das correntes de esquerda na atual conjuntura nacional, e também no estado. E defendeu o diálogo como o meio mais eficiente e republicano de construir a estabilidade política. “É preciso que nós, da esquerda, tenhamos a capacidade de conversar. Nós precisamos estar juntos para tirar o Brasil desse atual quadro político que atravessa”, declarou. E acrescentou: “Nós, do PCdoB, valorizamos muito esses momentos que nos encontramos para fazermos uma análise da conjuntura nacional e do Maranhão e, também, para um balanço do que este grupo político, liderado pelo governador Flávio Dino, vem fazendo para mudar a realidade do nosso estado”. Seu discurso, feito em tom sóbrio, mas firme, como é sua marca, foi bem recebido pelos participantes do evento. Saiu ao evento maior do que quando entrou.

São Luís, 24 de Novembro de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *