Roseana Sarney apoiará escolhas do MDB, vê “bons” nomes em São Luís e admite candidatura em 2022

 

Roseana Sarney avisou, em live com Roberto Costa, que está de volta à política e vai apoiar escolhas do MDB

O MDB não vai lançar candidato próprio à Prefeitura de São Luís, mas vai escolher com cuidado o candidato que terá o seu apoio numa aliança partidária. A decisão foi tomada depois que a ex-governadora Roseana Sarney declinou do convite do partido para ser candidata. Ontem, numa live comandada pelo deputado estadual Roberto Costa – vice-presidente do MDB e escalado para coordenar as articulações para a participação do partido na briga por prefeituras em todo o estado -, Roseana Sarney confirmou que não concorrerá à Prefeitura, mas deixou claro que está de volta à política e participará intensamente da campanha, não só em São Luís, mas em todo o Maranhão. A ex-governadora disse que se emocionou com o convite do MDB para que ela disputasse a Prefeitura da Capital, mas avaliou que já tem uma obra consolidada na cidade, não vendo sentido em participar da disputa. E revelou que tem observado os candidatos: “São candidatos jovens, bem preparados e muito bons. Fica até difícil escolher um”. Em meio a esclarecimentos e considerações, a ex-governadora sinalizou fortemente que está de volta à ciranda da política e que poderá a encarar as urnas em 2022.

As declarações de Roseana Sarney, inteiramente corroboradas pelo deputado Roberto Costa – que segundo ela seria o candidato a prefeito de São Luís se não tivesse mudado seu domicílio eleitoral para Bacabal -, definiram com clareza a posição do MDB nas eleições municipais, a começar pela Capital. Sem ela como candidata, o caminho do partido será negociar sua participação numa aliança. E nessa linha de ação, o comando partidário decidiu investir todo o seu peso político na chapa de candidatos a vereador, que reunirá nomes com potencial eleitoral. No plano majoritário, Roseana Sarney e Roberto Costa informaram que a estratégia do MDB será avaliar o cenário e escolher um candidato para apoiar, podendo eventualmente indicar o seu companheiro de chapa, ou não.

O importante, para eles, é que o MDB participe intensamente do processo eleitoral na Capital. De preferência com a ex-governadora atuando efetivamente na campanha, embalada pelo discurso de que nos 13 anos em que governou o Estado atuou como “prefeita de São Luís”, relacionando um expressivo elenco de obras estruturantes. Roberto Costa acredita que Roseana Sarney mantém elevado prestígio entre os ludovicenses, podendo, com isso, turbinar a candidatura que for apoiada pelo partido.

No plano estadual, Roseana Sarney anunciou que está à disposição do MDB para participar das campanhas dos seus candidatos no interior. Traquejada na briga por voto, com um lastro de sete campanhas, com cinco vitórias – Câmara Federal (1990), Governo do Estado (1994, 1998 e 2010) e Senado (2002) – e duas derrotas (Governo do Estado em 2006 e 2018), a ex-governadora se mostrou disposta percorrer os municípios levando apoio a candidatos emedebistas ou a aliados. Acha que poderá contribuir com seu prestígio e sua experiência para embalar campanhas Maranhão a dentro. Mas deixou claro que sua participação será de acordo com os interesses do MDB, por entender que sua ação política tem de ter motivação partidária, não podendo ser uma movimentação pessoal, solitária.

A live em que o deputado Roberto Costa abriu caminho para Roseana Sarney sair do confinamento produziu alguns recados bem claros. O primeiro é que a ex-governadora está de volta à ciranda da política, programando participação na campanha do MDB para as eleições municipais em São Luís e no interior. E o segundo é que com essa participação ela pretende pavimentar caminho para a grande disputa de 2022, podendo encarar as urnas para o Governo do Estado ou para o Senado. “Eu não sei. Vou devagar. Tenho tempo para pensar”, disse, deixando no ar um aviso de alerta aos que têm esses cargos na mira, como o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), o senador Weverton Rocha (PDT) e o senador Roberto Rocha (PSDB).

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Com aval de Othelino Neto, Weverton Rocha equipa Conselhos Tutelares em 15 municípios

Márcio Jerry, Éric Costa Weverton Rocha e Othelino Neto na entrega dos kits aos Conselhos Tutelares

Os Conselhos Tutelares de São Vicente Ferrer, Magalhães de Almeida, Boa Vista do Gurupi, Itaipava do Grajaú, Lago do Junco, Cidelândia, Tuntum, Sucupira do Riachão, Lagoa do Mato, Governador Edson Lobão, Carutapera, Cachoeira Grande, Poção de Pedras, São Mateus e Jenipapo dos Vieiras ganharam forte impulso para melhor suas atuações ao receberem kits com os seguintes equipamentos: automóvel, cinco computadores, uma impressora, um refrigerador, um bebedouro, um ar condicionado, uma TV Smart e uma cadeirinha auto para transportar crianças.

Adquiridos ao custo de R$ 1,8 milhão, dinheiro oriundo de emenda de autoria do senador Weverton Rocha (PDT), os kits foram entregues ontem em ato na sede da federação dos Municípios (Famem), na presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) e do presidente em exercício da entidade municipalista e prefeito de Barra do Corda Éric Costa (PCdoB). Os kits foram entregues aos responsáveis pelos Conselhos Tutelares desses municípios, na presença dos respectivos prefeitos ou representantes.

Othelino Neto parabenizou o senador Weverton Rocha pela iniciativa de disponibilizar, através de suas emendas, os kits de equipamentos aos Conselhos Tutelares, somando, agora, 45 municípios já beneficiados. “Em particular, agradeço a entrega para o município de Jenipapo dos Vieiras, onde o prefeito Moisés Ventura veio a São Luís, acompanhado da sua comitiva, para receber esses equipamentos que, certamente, serão de grande valia”, destacou o presidente da Assembleia Legislativa.

O senador Weverton Rocha agradeceu a parceria com a Assembleia Legislativa, a bancada federal e a Famem, reforçando que, juntos, têm um único objetivo, que é ajudar os municípios maranhenses. E declarou: “O presidente Othelino, junto com o presidente licenciado da Famem, Erlânio Xavier, e o presidente atual em exercício, o prefeito Eric Costa, estão unidos para ajudar os conselheiros. Colaborar com Conselhos Tutelares é ajudar crianças vulneráveis, geralmente pobres, que estão em situações e locais de difícil acesso”.

 

Isolado no Grupo Sarney, Adriano Sarney articula com Josimar de Maranhãozinho

Adriano Sarney conversou com Josimar de Maranhãozinho sobre as eleições

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) conversaram ontem. Trocaram figurinhas sobre a disputa para a Prefeitura de São Luís e abriram conversa sobre 2022. O encontro levantou a suspeita de ser uma estratégia do Grupo Sarney, mas não se trata disso. Foi iniciativa pessoal do parlamentar do PV, que causou estranheza pelo fato de ele haver procurado um chefe partidário que tem a própria mulher, a deputada Detinha, como candidata à sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). O que reforça tratar-se de um passo isolado de Adriano Sarney é que na live de ontem com o deputado Roberto Costa, a ex-governadora Roseana Sarney não demonstrou qualquer interesse pela candidatura do sobrinho, o que significa dizer que, pelo menos até aqui, não há sinal de que o MDB venha a apoiar o candidato do PV. No meio político, a informação que corre é que a candidatura de Adriano Sarney seria um projeto do ex-deputado federal Sarney Filho, hoje radicado em Brasília, onde poderá disputar mandato em 2022. Mas como ainda faltam 40 dias para o início do período das convenções para a confirmação de candidato, e também que em política até boi voa, não será surpresa se o candidato do PV vier a receber o apoio do MDB.

São Luís, 22 de Julho de 2020.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *