Corrida às urnas: Escutec aponta Roseana na frente; Exata afirma que Dino tem 59% de aprovação

 

Roseana aparece na frente; Flávio Dino é bem avaliado
Escutec: Roseana Sarney aparece na frente; Exata: Flávio Dino é bem avaliado

Se forem verdadeiros, os números da rumorosa pesquisa contratada pelo PMDB e feita pelo instituto Escutec para identificar as preferências do eleitorado na disputa pelo Palácio dos Leões mostrando a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) com mais de cinco pontos percentuais à frente do governador Flávio Dino (PCdoB) certamente acenderão luz de alerta no comando político do Governo. Por outro lado, uma pesquisa feita pelo instituto Exata na semana passada apurou que 58% da população aprovam o desempenho do Governo e 59% consideram que o governador Flávio Dino é gestor, fazendo um eficiente contrapeso à pesquisa do Escutec, deixando sarneysistas em estado de alerta. No levantamento eleitoral mantido sob sigilo até ontem pelo PMDB, com cinco prováveis candidatos, Roseana Sarney aparece na frente com 32,9% das intenções de voto, contra 25,9% de Flávio Dino, ambos seguidos, num segundo pelotão, do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), que aparece com 11,4%, do senador Roberto Rocha (PSB) com 6,6%, e da ex-prefeita Maura Jorge (Podemos) com 2,2%. E num cenário de um confronto direto os dois mais votados, Roseana Sarney aparece com 38,3% e Flávio Dino com 32,6%, uma diferença de pouco mais de cinco pontos percentuais.

Inicialmente alvejada por uma forte polêmica nos bastidores do Grupo Sarney pelo fato de o seu contratante, o PMDB, tê-la engavetado, como que a querendo apenas para “consumo interno”, a pesquisa Escutec – que ouviu 2034 pessoas em 80 municípios – foi recebida com entusiasmo por partidários de Roseana Sarney. Por outro lado, enquanto permaneceu como um segredo político bem guardado, a pesquisa era apontada desdenhosamente como um factóide inventado pelos chefes do Grupo Sarney para criar um clima de tensão política. Aquela impressão mudou e se transformou em ar de gravidade quando os números vieram a público. E o cenário desenhado pela revelação numérica mostrou oposicionistas em estado de efusão e governistas incomodamente surpreendidos.

Por mais cercado que esteja de controvérsias, o levantamento do Escutec não será ignorado pelo comando governista e certamente será a causa de muitos desdobramentos. O primeiro deles: a pesquisa funcionou uma poderosa injeção de ânimo nos sarneysistas, depois de um longo período de escassez de noticias animadoras. Política experiente, Roseana Sarney certamente está festejando os números da pesquisa. Mas tem experiência e fero político suficientes para não misturar a sua canjica estatística com otimismo cego e entusiasmo ingênuo. A ex-governadora sabe que tem densidade política e eleitoral e que, se for candidata, será com certeza o adversário a ser vencido. Mas sabe também que já não tem o poder de fogo de outros tempos, nem contará com financiadores generosos e que se entrar na briga terá de fazê-lo preparada para qualquer desfecho, pois vai enfrentar um chefe de Governo bem avaliado, ficha limpa, com rejeição baixa e politicamente bem articulado, difícil, portanto, de bater.

No contraponto, a pesquisa do instituto Exata apontando que o governador Flávio Dino é aprovado por 59% dos maranhenses e seu Governo por 58% é vista por governistas como uma informação que desmontaria a pesquisa Escutec. Por essa avaliação, a pesquisa do Exata desmontaria a do Escutec, pois não faz sentido que um governador com esse nível de aprovação esteja em segundo lugar numa disputa direta com uma ex-governadora que tem expressivo percentual de rejeição, segundo apurou o próprio Escutec.

As duas pesquisas podem servir de marco inicial da corrida eleitoral, que já estava em curso, ganha agora um gás excepcional, que certamente embalará os dois projetos políticos e eleitorais. E essa medição de forças vai pautar a corrida eleitora a 15 meses das eleições.

 

PONTO & CONTRAPONTO

Escutec: Braide surpreende com 11,4% e mostra que tem condições de crescer e entrar na briga

Eduardo Braide aparece à frente de Roberto Rocha e Maura Jorge
Eduardo Braide vence  Roberto Rocha e Maura Jorge

Além da espantosa “virada” da ex-governadora Roseana Sarney, o dado que mais chamou atenção na pesquisa Escutec foram os 11,4% alcançados pelo deputado Eduardo Braide, que lhe deu a terceira colocação na preferência do eleitorado. O percentual de Braide é quase o dobro dos 6,6% dados ao senador Roberto Rocha, que há tempos vem se colocando como a “terceira via” na corrida ao Palácio dos Leões, e quase cinco vezes os 2,2% alcançada pela ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que também já está na estrada há algumas semanas como pré-candidata ao Governo do Estado. Com seu desempenho na pesquisa, Eduardo Braide desponta como a “terceira via” que, todos acreditavam, seria o senador Roberto Rocha. O cacife de Eduardo Braide começa com sua rejeição baixa, o que torna seu potencial de crescimento imensurável. Se o percentual com que foi brindado pelos entrevistados pelo Escutec não for uma “bolha” – não há no contexto um só elemento que aponte para tal -, o jovem deputado do PMN entra de vez no campo de batalha pelo Palácio dos Leões como um fator de instabilidade para todas as pré-candidaturas. Situação bem parecida com o seu desempenho na disputa pela Prefeitura de São Luís no ano passado, da qual saiu com 240 mil votos (46,06%) num confronto direto com o prefeito Edivaldo Jr. (PDT), deixando no ar a forte impressão de que nos próximos 15 meses poderá ganhar musculatura política e eleitoral e entrar de igual para igual na corrida palaciana.

 

Tema intensifica articulações para habilitar 107 municípios para gestão plena na área de Saúde

Cleomar Tema fala na assembleia de secretários municipais de Saúde
Cleomar Tema fala na assembleia de secretários municipais de Saúde sobre a importância da gestão plena na área de Saúde

Alcançar a gestão plena na área de Saúde, eliminando principalmente a intermediação do Estado nas relações entre a União e as Prefeituras, de preferência reajustando o valor dos recursos institucionais que são repassados a cada mês. É esse o maior e mais importante objetivo a ser alcançado pelos prefeitos maranhenses, que trabalham para viabilizar o projeto tendo com o líder e maior incentivador o prefeito de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema (PSB). O líder municipalista aposta alto no apoio do governador Flávio Dino para alcançar esse objetivo.

A gestão plena da Saúde será o principal item da pauta do encontro estadual de prefeitos agenda para o dia 4 de Julho em São Luís e que terá o governador Flávio Dino como convidado especial. Tema Cunha espera conseguir gestão plena para 107 municípios, que na avaliação dele estão preparados para serem habilitados em gestão plena. Com a autoridade de quem é médico, o presidente da Famem acredita na melhoria da prestação de serviços na área nos municípios, uma vez que significará maior dinamismo, maior agilidade e mais qualidade nas ações.

– O governador Flávio Dino vem se conduzindo como o maior parceiro dos prefeitos e, consequentemente, dos secretários de Saúde. Estivemos com ele em várias ocasiões e iremos pedir mais uma vez, durante um grande encontro de gestores que acontecerá na capital São Luís, a habilitação destas 107 cidades. Isso representará um grande avanço, no momento em que eles deixarão de serem gerenciados financeiramente pelo Estado, uma vez que isso representa certo atraso na liberação dos recursos, por conta do sistema burocrático do Governo Federal -, assinalou.

A reafirmação do projeto maior dos municípios de alcançar a gestão plena da área de Saúde, estabelecendo um canal direto com a União foi feita terça-feira pelo presidente da Famem ao participar, no Hotel Veleiros,  da Assembleia Geral do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (COSEMS), na qual Domingos Vinícius de Araújo Santos, secretário municipal de Saúde de Coroatá, foi reeleito presidente para o biênio 2018/19.

O presidente reeleito do Cosems ressaltou a importância do apoio que a entidade que dirige vem recebendo da Famem durante a administração de Cleomar Tema. “Temos na Famem um importante ponto de apoio. O presidente Tema é um grande parceiro, é um grande conhecedor dos problemas da saúde e vem se empenhando, tanto junto ao governo do Estado, como perante o Governo Federal, no que concerne ao equacionamento dos problemas”,  destacou Domingos Santos.

São Luís, 21 de Junho de 2017.

6 comentários sobre “Corrida às urnas: Escutec aponta Roseana na frente; Exata afirma que Dino tem 59% de aprovação

  1. Flávio Dino ganhou a eleição tendo como plataforma, a rejeição aos Sarneys. Hoje, ele já degusta o veneno que lhe deu a vitória… Ou seja, se polarizar, será uma disputa onde o menos rejeitado ganhará as Eleições.
    Torço pra que o Eduardo Braide se consolide como 3ª via, pois enriquecerá os Debates, mas acredito que ele sofra do mesmo mal das Eleições de Prefeito: não tem Grupo; o que me faz lembrar um ditado: “ninguém cutuca a Lua usando apenas o dedo”.

  2. Aos jornalista e blogueiros de plantão que mamam nas tetas do governo precisam conhecer o Maranhão, visitar as cidades na gestão de Roseana não estava bom, mas não tínhamos tantos roubo nas pequenas cidades, hoje tanto nas cidades pequena como nas grandes cidades a criminalidade tripicou, saúde morreu, educação está na UTI, segurança não exite há tempo, a infra-estrutura, sanamento básico não é pronunciado, Para quem ganhou uma eleição falando das mazelas do governo da Roseana, dizendo não alugaria aeronaves, o dinheiro gasto com propaganda no governo Roseana dava para isto e aquilo, hoje no seu governo os gastos são absurdos, a mudança que tanto apregoaram ainda não chegou, desculpe mas se Roseana junto com grupo que ela tem só não ganharam as Eleições 2018 se ela não se candidatar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *