Candidatos a prefeito de São Luís entram na reta final de uma disputa de desfecho incerto

 

Eduardo Braide, Duarte Jr., Neto Evangelista e Rubens Jr. entram na reta final dispostos a chegar no 2º turno

Começa neste Domingo a etapa decisiva da corrida à Prefeitura de São Luís. E a julgar pelo cenário desenhado pela pesquisa Ibope divulgada na Sexta-Feira (06) pela TV Mirante,  a medição de força entre Eduardo Braide (Podemos), Duarte Jr. (Republicanos), Neto Evangelista (DEM), Rubens Jr. (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Jeisael Marx (Rede), Yglésio Moises (PROS), Franklin Douglas (PSOL), Hertz Dias (PSTU) e Silvio Antônio (PRTB), indica, como já previsto, que o embate final envolverá os três primeiros, com uma possibilidade remota de incluir o quarto nome. Como qualquer outro momento de decisão, será uma semana de esforços concentrados, enfrentamentos, estocadas, caneladas e tudo o que é comum em decisões dessa natureza. Primeiro porque o vencedor comandará a Capital, que é também o maior, mais rico, mais influente e politicamente mais importante município do Maranhão. E depois, porque o prefeito a ser eleito terá papel importante nos embates políticos marcados para 2022.

A julgar pelo andamento da campanha até aqui, a menos que haja uma reviravolta surpreendente, os quatro candidatos mais bem situados trabalham com um cenário de dois turnos. E com base nesse mesmo movimento, o ambiente está sendo dominado pela certeza de que Eduardo Braide já é nome certo para o segundo turno, estando a segunda vaga sendo disputada por Duarte Jr., Neto Evangelista e, dentro daquela margem de imprevisibilidade das decisões políticas e eleitorais, por Rubens Jr.. Outros levantamentos muito provavelmente mostrarão os quatro candidatos mais fortes posicionados na mesma ordem, mas eventualmente com números diferentes, o que não alterará muito o cenário da disputa na segunda volta.

A pesquisa do Ibope desenhou o pior dos cenários para Eduardo Braide. Uma variação de percentual até dentro da margem de erro pode ser digerida, mas uma queda de oito pontos percentuais num intervalo tão reduzido certamente indica que alguma coisa importante não está indo bem. Político frio, que usa o realismo e não a emoção como ferramenta, Eduardo Braide certamente está investigando cuidadosamente o cenário para ajustar o que eventualmente estiver desajustado. Sabe que se essa tendência de queda permanecer, sua candidatura estará sob risco.

No contraponto, o candidato Duarte Jr. foi contemplado na pesquisa com o melhor dos cenários: 22% de intenções de voto e 14 pontos percentuais atrás do líder. E num exercício com a margem de erro de três pontos percentuais, essa diferença pode ser bem menor. Segundo colocado e embalado por uma tendência de alta, Duarte Jr. tem duas frentes de batalha nesta semana. A primeira é tentar turbinar sua campanha para reforçar essa situação favorável nesse momento decisivo. E a segunda será segurar a onda porque será o alvo preferencial dos seus adversários.

Neto Evangelista e Rubens Jr. entram na reta final obrigados a jogar todos os seus trunfos para reverter o cenário desfavorável mostrado pela pesquisa Ibope. O candidato do DEM conta com o suporte da militância do PDT, liderada pelo senador Weverton Rocha, e tem o desafio nada fácil de ultrapassar e deixar para trás o candidato Duarte Jr. para chegar ao segundo turno e enfrentar  Eduardo Braide. O desafio de Rubens Jr. é bem maior, já que para chegar ao segundo turno ele terá de “atropelar” Neto Evangelista e Duarte Jr., que estão à sua frente. Para chegar lá, ele conta com o apoio já declarado do governador Flávio Dino, que é, de longe, o seu principal trunfo, e que deve jogar todo o peso do seu prestígio para embalá-lo.

Como se vê, mesmo com tendências evidenciadas, a corrida para a Prefeitura de São Luís entra na sua reta final claramente indefinida, num cenário que sugere que tudo pode acontecer nos próximos sete dias.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Pesquisa Exata/TV Difusora mostra cenário com empate entre Duarte Jr. e Neto Evangelista

A TV Difusora divulgou ontem pesquisa do instituto Exata com os seguintes números: Eduardo Braide lidera com 36%, seguido de Duarte Jr. e Neto Evangelista empatados com 16% cada. Na sequência aparecem Rubens Jr. com 7%, Bira do Pindaré com 3%, Jeisael Marx com 2% e Silvio Antônio e Yglésio Moyses com 1%. Franklin Douglas e Hertz Dias não pontuaram. Uma fatia de 9% do eleitorado disse que não votaria em nenhum ou anulará o voto, e também 9% que não souberam ou não quiseram responder. O Exata ouviu mil eleitores no período de 04 a 06 de Novembro, tem margem de erro de 2,78%, intervalo de confiança de 95% e está registrada no TSE com o número MA-06457/2020.

A pesquisa Exata tem números muito parecidos com a do Ibope, mostrando o mesmo percentual para Eduardo Braide. Chama a atenção o empate entre Duarte Jr. e Neto Evangelista, cenário encontrado há alguns dias pela pesquisa DataM. Esse empate, que pode ser verdadeiro, dá consistência à tendência de que a segunda vaga no segundo turno deve ser mesmo definida num embate de “vida ou morte” entre o candidato do Republicanos e seu adversário do DEM, que há alguns dias vêm trocando caneladas indiretas no programa eleitoral.

Os números da Exata também descartam a possibilidade de turno único, confirmam a perda de peso do líder e a tendência de embate entre Duarte Jr. e Neto Evangelista, sem descartar a presença de Rubens Jr. na disputa, ainda que numa posição bem mais complicada.

 

Othelino Neto cumpre agenda intensa na corrida às prefeituras e câmaras municipais

Othelino Neto com mulher Ana Paula em Pinheiro e com aliados em Vargem Grande, Carolina e Presidente Sarney

Há cerca de um mês, a Coluna chamou a atenção para um movimento no contexto dessa campanha eleitoral, protagonizado pelo deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa. O que em princípio pareceu uma ação normal de deputado em busca de manter ou reforçar suas bases com a eleição de prefeitos e vereadores aliados, a agenda de Othelino Neto vem ganhando dimensão bem maior e diferenciada. O presidente da Assembleia Legislativa está apoiando cerca de 40 candidaturas em todas as regiões do estado e participando ativamente de comícios, caminhadas, carreatas, numa maratona frenética. A julgar pela sua movimentação, o deputado Othelino Neto pode sair desse processo politicamente cacifado para sentar na mesa em que serão tomadas as decisões para 2022 no âmbito da grande aliança comandada pelo governador Flávio Dino.

Seu mais importante investimento político é a candidatura da sua mulher, Ana Paula Lobato (PDT) como vice na chapa do prefeito Luciano Genésio (PP), que concorre como franco favorito à reeleição em Pinheiro. Os demais candidatos que apoia são líderes políticos nos seus municípios, com amplas chances de vitória nas urnas. Se isso acontecer, o deputado do PCdoB, que ganhou muita força política nos últimos tempos como presidente do Poder Legislativo, redimensionará o seu tamanho político e entrará definitivamente para o time que, sob o comando do governador Flávio Dino, dará as cartas nas montagens para 2022.

Ao longo das últimas semanas, o deputado estadual Othelino Neto vem cumprindo uma maratona de viagens ao interior, apoiando aliados na corrida a dezenas de prefeituras, como Marco Aurélio (PCdoB) em Imperatriz, Dr. Amilcar (PCdoB) em Barreirinhas, Lamarck (DEM) em Maracaçumé, Gilmar Barros (DEM) em Carolina, Galego Mota (Solidariedade) em Dom Pedro, Carlinhos Barros (PCdoB) em Vargem Grande, Doutor Airton (Solidariedade) em Carutapera, Costa Júnior (PCdoB) em Magalhães de Almeida, Geraldo Azevedo (PCdoB) em Olho D`Água das Cunhãs, Heliezer do Povo (PCdoB) em Peri Mirim, Renan Damasceno (PTB) em Viana, Zé Farias (PDT) em Brejo, William Pinheiro (PCdoB) em Araguanã, Flávio Furtado (PDT) em Duque Bacelar, Raimundo Lídio (Republicanos) em Paulino Neves,  Zezildo Almeida (PTB) em Santa Helena, Antônio Borba (Patriotas) em Timbira, Felipe dos Pneus (Republicanos) em Santa Inês, Valéria Castro (PCdoB) em Presidente Sarney,  Paulo Curió (PTB) em Turilândia, Toca Serra (PCdoB) em Pedro do Rosário, Raimundo Silveira (PROS) em Parnarama, Antônio Diniz (PDT) em Bequimão, Antônio Borba (Patriotas) em Timbiras, Doutor Amilcar (PCdoB) em Barreirinhas, Marinaldo do Gesso (PDT) em Grajaú e Edvan Brandão (PDT) em Bacabal, entre muitos outros.

Aos 45 anos e uma carreira até aqui muito bem-sucedida, o deputado Othelino Neto se movimenta com a segurança de um político tarimbado, que conhece o tabuleiro, e tem consciência dos seus limites.

São Luís, 08 de Novembro de 2020.

Um comentário sobre “Candidatos a prefeito de São Luís entram na reta final de uma disputa de desfecho incerto

  1. Quero propor uma Parceria de Sucesso para Trazer Mais
    Pessoas para Ver Seu Site! Cadastre-se GRÁTIS em nossa
    plataforma chamada ‘TrafegoParaSite com br’ ou pesquise
    no Google por ‘PortaLHeRo Como fazer Marketing Digital’ e
    Irá nos Encontrar! Após Realizar seu Cadastro Gratuito,
    Insira os Códigos Disponíveis na sessão ‘Obter Créditos
    Grátis’ Aqui nas Suas Páginas e Em Troca Você Receberá
    Créditos Grátis para Poder Divulgar os Links que Desejar
    Dentro da Nossa Plataforma! Será uma Parceria Fantástica,
    Tenho Certeza que irá Gostar, já Contamos com Centenas
    de Membros Satisfeitos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *