Pesquisa mostra empate de Edivaldo Jr. com Eliziane e Wellington em terceiro ameaçando os dois

 

time 1 da sucessão
Edivaldo Jr., Eliziane Gama e Wellington do Curso integrama li nha de frente da pesquisa Exata

Na mais completa e – tudo indica – honesta pesquisa realizada até agora sobre a corrida para a Prefeitura de São Luís, contratada pela parceria TV Guará/Fiema, o instituto Exata desenhou com precisão o cenário da disputa e confirmou que, se a eleição fosse agora, a medição de força se daria entre o prefeito Edivaldo Jr. (PDT) e a deputada federal Eliziane Gama (PPS), que aparecem rigorosamente empatados em dois levantamentos estimulados, seguidos de perto pelo deputado estadual Wellington do Curso (PP), que saiu da condição de aventureiro para pilotar agora um projeto eleitoral viável. Na primeira pergunta estimulada – os candidatos são apresentados aos entrevistados – Edivaldo Jr. e Eliziane Gama encabeçam, ombro a ombro, com 23% cada na preferência do eleitorado, enquanto Wellington do Curso surge no retrovisor dos dois com 18%. Dos nove candidatos listados pelo Exata, o nome mais próximo desse primeiro pelotão é o deputado Bira do Pindaré (PSB), que recebeu 7% das intenções de voto, mesmo sem saber se será candidato.

Antes de estimular os entrevistados mostrando-lhes nomes, o Exata provocou-os indagando em quem votariam, sem dar-lhes opções. O resultado da pesquisa espontânea foi a liderança de Edivaldo Jr. com 13%, seguido de Eliziane com 8%, de Wellington com 4% e do ex-prefeito João Castelo (PSDB), que não será candidato, com 3%. Os demais têm 1 ou -1. E quanto fez a primeira pergunta estimulada, além dos três líderes, o resultado é o seguinte: Bira com 7%, a vereadora Rose Sales (PMB) com 5%, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) com 5%, Fábio Câmara (PMDB) com 2%, e o ex-vereador João Bentivi (PHS) com 1%.

A pesquisa Exata é reveladora. Numa segunda provocação, colocou no questionário apenas os quatro primeiros colocados na primeira pergunta estimulada. O cenário se repetiu, com Edivaldo Jr. e Eliziane rigorosamente empatados com 25% cada. Atrás deles, quase colado, aparece Wellington do Curso, com 21%; e na rabeira, com 9%, Bira do Pindaré.

time 2 da sucessão
Bira do Pindaré, Rose Sales, Eduardo Braide, Fábio Câmara e João Bentivi formam o segundo time da corrida

Os principais números sugerem que dificilmente o pleito será encerrado no 1º turno, pois nenhum candidato aparece com fôlego para liquidar a fatura na primeira rodada. E que a disputa do 2º turno. E diante dessa indicação, a pesquisa revela que num embate entre Edivaldo Jr. e Eliziane, ela levaria a faixa com 41% contra 32%. E que se esse fosse travado entre Edivaldo Jr. e Wellington, o deputado bateria o prefeito por 41% a 32%. Numa terceira simulação de 2º turno, esta entre Edivaldo Jr. e Bira, o prefeito venceria por 39% contra 29%. Em outras simulações, essas improváveis, Eliziane venceria Wellington, enquanto este derrotaria Bira. E todos esses exercícios, o número de “nenhum” e “não sabe” varia de 27% a 32%, indicando que os números encontrados não são definitivos.

O item “rejeição” embora completamente a guerra travada entre Edivaldo Jr., Eliziane Gama e Wellington do Curso. O prefeito amarga uma rejeição de 37%, seguido de Bentivi (34%), Bira Pindaré (23%), Zéluiz Lago (20%), Eduardo Braide (18%), Rose Sales (17%), Fábio Câmara (15%) e Wellington Curso (8%). Esse item chama atenção nos seus dois polos. No primeiro, a rejeição do prefeito é ainda muito elevada, mas está caindo, pois em pesquisas anteriores ele já teve rejeição próxima de 50%, No outro polo, Wellington do Curso surfa rejeitado por apenas 8% dos entrevistados, situação indicadora de que ele é o candidato de ponta com maior potencial de crescimento. Surpreenderam também os 23% de rejeição para Bira do Pindaré, principalmente por ser ele um candidato apoiado pelas forças que se movem em torno do governador Flávio Dino (PCdoB).

O fato é que os números encontrados pela pesquisa divulgada ontem pela TV Guará mostram um cenário de início de corrida, que nem de longe pode ser visto como definitivo. Mas é fato também que as posições já começam a se definir.

Em tempo: A pesquisa Exata/TV Guará/Fiema foi realizada  no período de 13 a 16 de Junho, ouviu 800 eleitores  e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo nº 0024/2016.

PONTO & CONTRAPONTO

Posição de Edivaldo Jr. não é confortável, mas é sólida

A pesquisa Exata/TV Guará/Fiema sobre a sucessão em São Luís mostrou que a posição do prefeito Edivaldo Jr. não é confortável para quem pleiteia a reeleição, mas também não é pior dos mundos como avaliam alguns intérpretes dos números. Para começar, no plano das intenções de voto, o prefeito já amargou percentuais inferiores a 20%, apontando uma situação dramática. Agora, a avaliação da sua gestão, que já ultrapassou os 60% negativos, agora mostra uma reação consistente, com 48% de aprovação e 52% de desaprovação, percentuais que analisados levando-se em conta a margem de erro da pesquisa (4%), o prefeito pode inclusive estar acima dos 50% de aprovação. Uma avaliação isenta, portanto, conclui que o prefeito vem revertendo – vagarosamente é verdade -, a rejeição ao seu desempenho e a reprovação ao seu governo, mas com a vantagem de que tem largo tempo – antes e durante a campanha -, para melhorar sua posição perante a opinião pública. Ou seja: o prefeito Edivaldo Jr. está vivo, está na briga e reúne as condições politicas e administrativas para chegar na reta final como o candidato a ser batido. As próximas pesquisas podem confirmar ou não esse roteiro.

Eliziane precisa de suporte político para crescer

A pesquisa confirmou que Eliziane Gama é, até aqui, o grande adversário do prefeito Edivaldo Jr., a quem venceria num eventual 2º turno se a eleição para prefeito fosse agora. Ele está no páreo sem suporte político forte, já que o PSDB, seu único aliado até aqui, tem alguma musculatura política, mas só lhe garante alguma vantagem eleitoral se o mobilizador for o ex-prefeito João Castelo, que sem ser candidato aparece na pesquisa espontânea com 3% das intenções de voto. Para consolidar sua massa de intenção de voto.

Wellington é o grande beneficiado nos números  da pesquisa Exata

O grande vitorioso da pesquisa Exata/TV Guará/Fiema é o deputado Wellington, que está fazendo sombra forte nos dois líderes do processo, o prefeito Edivaldo Jr. e a deputada Eliziane Gama. Inicialmente, o seu crescimento foi visto – inclusive pela Coluna – como um balão de ensaio, que logo murcharia por falta de substância. Nada indica que o pré-candidato se tornou substancioso sede uma hora para outra, mas que ele saiu do nada para se tornar um dos principais protagonistas da disputa até aqui, disso não resta a menor dúvida. Além disso, todas as condições politicas e eleitorais lhes são favoráveis. Pertence ao PP, um partido com pouca força em São Luís, mas um político de ação solitária, que não tem financiadores e que tem autoridade política para dizer o que pensa. Essas circunstâncias poderão atrair, por exemplo, o apoio do PMDB, já que o pré-candidato pemedebista, vereador Fábio Câmara, não decolou como ele próprio coando do partido previam. Enfim, Wellington do Curso saiu da condição de coadjuvante da deputada Eliziane Gama no PPS para se tornar o ator principal do PP na corrida ao Palácio de la Ravardière.

 

São Luís, 18 de Junho de 2016

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *