Eliziane Gama declara apoio a Weverton Rocha e injeta gás na corrida ao Palácio dos Leões

 

Eliziane Gama declara apoio a Weverton Rocha e diz que seu apoio e do Cidadania a Flávio Dino é incondicional

A declaração de apoio da senadora Eliziane Gama (Cidadania) ao projeto de candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao Governo do Estado injetou expressivo volume de gás na corrida à sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB). Em entrevista, ontem, à TV Mirante, a senadora foi clara e direta no seu posicionamento: “Nós entendemos que dentro do grupo que é coordenado pelo nosso líder, que é o governador Flávio Dino, o nome do Weverton encontrou mais condições, envolvendo mais lideranças políticas, trazendo propostas importantes”. Com a declaração, a senadora descartou, ao que parece de maneira definitiva, a possibilidade de ela própria vir a ser candidata, como vinha sendo frequentemente especulado, ou de apoiar o projeto de candidatura do vice-governador Carlos Brandão (PSDB). Na mesma entrevista, Eliziane Gama declarou que ela e seu partido apoiarão o governador Flávio Dino “como candidato para o que ele desejar. Se for presidente da República, vice-presidente, Senado, ele como líder terá o nosso apoio incondicional”.

Surpreendente pela ênfase com que foi declarado, o posicionamento de Eliziane Gama chega nove meses antes do prazo estipulado pelo governador Flávio Dino para definir o candidato da aliança que lidera à sua sucessão. O governador e seus principais porta-vozes têm defendido a articulação de uma candidatura de consenso dentro da base partidária governista, o que significa promover um complicado e improvável entendimento entre Weverton Rocha e Carlos Brandão, que vêm emitindo todos os sinais de que não estão dispostos a abrir mão dos seus projetos. A declaração da senadora, feita com tamanha antecipação em relação ao prazo estimado pelo governador, parece expressar exatamente a impossibilidade de acordo entre os dois candidatos a candidato.

A manifestação de Eliziane Gama pró-Weverton Rocha é o resultado de uma longa maturação, tempo em que ela, com sua refinada argúcia política e um faro apurado para identificar caminhos pré-eleitorais, analisou todos os cenários possíveis na seara dinista e chegou à conclusão de que o seu colega de Senado atende melhor às suas expectativas. E começou a ser delineado com a participação dela, na semana passada, em encontro em que Weverton Rocha reuniu aliados em Brasília, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB). Na reunião, oficialmente realizada para o grupo tomar posição contra o novo coronavírus, o que foi feito, os presentes também discutiram os movimentos no tabuleiro da sucessão no Maranhão, tendo todos se manifestado pela candidatura de Weverton Rocha. Eliziane Gama entrou na reunião com o nome na relação dos pré-candidatos, mas dela saiu como apoiadora linha de frente do projeto de poder do líder do PDT.

Além de ser um reforço e tanto a Weverton Rocha, a declaração da senadora Eliziane Gama à TV Mirante funcionou como um recado direto ao vice-governador Carlos Brandão, que a partir de agora fará suas contas sem contar com apoio senatorial, o que o obrigará a buscar mais força na Câmara Federal, na Assembleia Legislativa, nas prefeituras e nas Câmaras Municipais. O senador Weverton Rocha, por sua vez, começou a Semana Santa aumentando a musculatura, já que sua colega de Senado, mesmo sem um partido forte, é um quadro de excelência política, tem uma base fiel e fala com a autoridade de detentora de mandato majoritário com bom desempenho político e legislativo. Além disso, representa, em tese, os mais de 1,5 milhão de votos recebidos no pleito de 2018.

Ao declarar apoio a Weverton Rocha, Eliziane Gama também comunica sua decisão ao Palácio dos Leões, já que é improvável que tenha conversado sobre o tema com o governador Flávio Dino que, por sua vez, prega a construção de uma candidatura consensual dentro da aliança. Ao mesmo tempo, a senadora dá ao vice-governador Carlos Brandão tempo suficiente para se movimentar no sentido de compensar a perda. Mas, independentemente do que vem por aí na esteira do seu posicionamento, Eliziane Gama jogou aberto e isso aumenta sua estatura e reforça a sua credibilidade política.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Novo comandante do Exército esteve no Maranhão já fez doação de fuzis ao Estado

Flávio Dino e Paulo Sérgio Nogueira entre Jefferson Portela, Othelino Neto e coronel Guedes no registro da audiência em que foram entregues fuzis no Palácio dos Leões

O novo comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira, não é um estranhou ao governador Flávio Dino nem ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino neto. Em Julho de 2019, mais precisamente no dia 18, quando ainda comandante militar do Norte, ele desembarcou em São Luís para cumpro uma missão no Palácio dos Leões: entregar 100 fuzis para uso da Polícia Militar – 50 doados pelo Exército e 50 adquiridos com recurso do Governo do Maranhão. A entrega foi feita em audiência na sede do Governo, num ato descontraído, apesar de o tema central da visita ter sido a entrega de armas para reforçar a segurança pública.

Sempre afável, o então comandante militar do Norte pareceu muito à vontade na conversa que travou com o governador e o presidente da Assembleia Legislativa, ambos militantes comunistas e membros destacados do PCdoB. Formalismos à parte, a audiência transcorreu em clima amistoso, sem qualquer sinal de incômodo de alguma das partes e dos presentes, entre eles o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, filiado ao PCdoB, e o deputado Duarte Jr., então também membro do PCdoB e vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa.

O governador Flávio Dino agradeceu a doação, destacando que juntamente com a compra, a segurança pública do Maranhão estava sendo reforçada, deixando a sociedade maranhense mais segura.  Por sua vez, o general de Exército Paulo Sérgio Nogueira destacou a importância da doação, reforçando a disponibilidade do Exército Brasileiro em manter a parceria com o Governo do maranhão, não só com a doação de armamentos, mas em várias outras áreas, como inteligência, operacional e logística. “O Exército está sempre pronto a esse tipo de parceria. E essa doação, inicialmente de 50 fuzis, que poderão, inclusive, acontecer outras doações. A gente fica muito satisfeito em poder apoiar o Governo do Estado do Maranhão na defesa da nossa sociedade e o reforço à Secretaria de Segurança Pública no combate ao crime organizado”, assinalou.

O governador Flávio Dino tem os argumentos que precisa para levar à frente a parceria, agora com o apoio do ministro do Exército.

 

Maranhão pede à Anvisa que autorize a importação, pelos estados, da vacina russa Sputnik V

Carlos Lula e a vacina Sputnik V, que deve ser comprada se Anvisa  der autorização

O Maranhão é um dos nove estados que se uniram para comprar a vacina russa Sputnik V, o que, se for concretizado, terá importância decisiva no processo de imunização das populações das regiões Norte e Nordeste. Juntamente com os da Bahia, Acre, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Piauí, Ceará, Pernambuco e Sergipe, o Governo do Maranhão protocolou na Anvisa um pedido de exportação, com base no fato de que a agência deu sinal verde para a importação do imunizante russo.

O pedido do assinado pelo governador Flávio Dino e formulado pelo secretário de Saúde, Carlos Lula, seus oito respectivos colegas, está sob análise da Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa (RDC) e será definido em reunião já marcada para a próxima semana entre os cinco diretores da Anvisa e os governadores dos nove estados. Desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, a vacina russa será produzida no Brasil pela União Química. Atualmente, a Anvisa já analisa o pedido de autorização de uso emergencial do imunizante.

São Luís, 03 de Abril de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *