Corrida eleitoral abre hoje a etapa mais animada e decisiva: o horário gratuito no Rádio e na TV

 

Começa hoje a última, mais animada e decisiva etapa da corrida às Prefeituras e Câmara Municipais: a propaganda gratuita no rádio e na TV, que se estenderá até o dia 12 de Novembro, antevéspera da votação. Em 20 minutos no Rádio (das 07h às 7h10m e de 12h às 12h10m) e 20 minutos na TV (13h às 13h10m e das 20h30m às 20h40m), os postulantes vão apresentar suas propostas para públicos muito maiores do que os das redes sociais, onde já estão em campanha desde o dia 26 de Setembro. Para muitos candidatos a prefeito, entre eles os que disputam a Prefeitura de São Luís, o horário eleitoral gratuito será vital e, dependendo do cenário, pode mudar radicalmente o desempenho deles, para melhor ou para pior, nas preferências do eleitorado. A expectativa geral é a de que os candidatos realmente competitivos, que tenham propostas concretas, usem as trombetas do rádio e a potência audiovisual da televisão de maneira eficiente, que proporcione ao eleitor a possibilidade de examinar com cuidado e liberdade as propostas e fazer uma escolha inteligente.

O cenário da disputa na Capital, até aqui inteiramente dominado por Eduardo Braide, que na fotografia de hoje venceria a eleição em turno único, pode sofrer alterações. Isso porque a ordem e a escala de tempo que terão os candidatos são as seguintes: Neto Evangelista terá o maior tempo: 2 minutos e 54 segundos, seguido de Rubens Júnior (2m07s), Eduardo Braide (1m44s), Duarte Júnior (1m33s), Bira do Pindaré (44s), Franklin Douglas (18s) e Yglésio Moises (16s). E por conta das limitações dos seus partidos, Jeisael Marx, Hertz Dias e Silvio Antônio não terão tempo no rádio e na TV. Pela lógica, a bola cheia está com Neto Evangelista e com Rubens Júnior, que terão maiores tempos no horário eleitoral gratuito, seguidos de Eduardo Braide e Duarte Júnior, cujo tempo os coloca ombro a ombro na corrida, enquanto Bira do Pindaré, Franklin Douglas e Yglésio Moises estão obrigados a usar as táticas do inacreditável Enéas Carneiro para darem seus recados no radinho e na telinha.

Agora, além dos candidatos, seus talentos, o poder de sedução, e suas propostas, entra em cena personagem que se tornaram cruciais e decisivos das disputas eleitorais: os marqueteiros. São eles os “senhores” das campanhas, uma vez que costumam subordinar os candidatos às suas ideias e estratégias. Os jingles divulgados até aqui são bons exemplos de que a campanha pelo Palácio de la Ravardière se dará em nível elevado em matéria de propaganda. Eduardo Braide tenta manter sua liderança com uma música em que diz que não deu na eleição passada, mas agora vai dar, enquanto a de Duarte Júnior fala da sua trajetória do menino que brigou para chegar onde chegou. Rubens Júnior promete sacudir sua campanha com um bom material, mas também com um trunfo especial: a participação do ex-presidente Lula na campanha lhe declarando apoio.

O que os eleitores esperam é mesmo o grande confronto entre os candidatos com chance de ganhar a eleição, caso de Eduardo Braide, Duarte Júnior, Neto Evangelista e Rubens Júnior. O candidato do Podemos sabe que sua liderança tem preço alto: ele será o grande saco de pancadas dessa disputa. Isso começou a ficar claro ontem, no tom de um artigo do presidente estadual do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, que assumiu o comando da campanha de Rubens Júnior, que está em isolamento por haver testado positivo para a Covid-19 entre outros petardos, o definiu como “uma farsa”.

O dado pouco saudável é a não participação de Jeisael Marx, Hertz Dias e Silvio Antônio no debate no horário eleitoral gratuito. O primeiro vem de uma pré-campanha ativa, com discurso em tom crítico e politicamente positivo. Representantes de correntes antagônicas, eles farão falta no grande confronto de ideias e nos perrengues que costumam marcar as campanhas eleitoral, em especial as de São Luís.

 

PONTO & CONTRAPONTO

 

Pesquisa Escutec chegou em momento de transição, que pode mudar o cenário

Eduardo Braide: liderança confirmada pelo Escutec

Mesmo confirmando o cenário das últimas quatro pesquisas (Ibope, Econométrica, Prever e DataIlha), o levantamento do Escutec, que mostra Eduardo Braide com 42% das intenções de voto, seguido de Duarte Júnior (15%), Neto Evangelista (11%), Rubens Júnior (4%), Bira do Pindaré (4%), Jeisael Marx (2%), Yglésio Moises (2%), Carlos Madeira (2%) e Outros (1%), Nenhum (11%) e Indecisos (6%), realizado no período de 2 a 6 de Outubro, perdeu sentido rapidamente.

É que ela chegou ao conhecimento público num momento de transição, em meio à repercussão da desistência do candidato do Solidariedade, Carlos Madeira, e da declaração de apoio dele e do partido à candidatura de Rubens Júnior. Essa mudança, associada ao início, hoje, da campanha no Rádio e na TV, poderá alterar o cenário e mexer com algumas posições, o que tornará o levantamento mais descontextualizado ainda. Além disso, se levada em conta a margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e os 10% de desconfiança admitidos, ficou estranha a conclusão enfática de que se a eleição fosse agora, seu desfecho se daria em turno único.

Em Tempo: a pesquisa ouviu mil eleitores e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-03412/2020.

 

Entrada e saída de Júlio Matos ameaçou a Eudes Sampaio e levou Luís Fernando à campanha

A entrada repentina e a saída igualmente meteórica do ex-prefeito Júlio Matos (PL) sacudiram o cenário da disputa em São José de Ribamar, tirou o prefeito Eudes Sampaio (PTB) da zona de conforto e obrigou o ex-prefeito Luís Fernando Silva, principal avalista da candidatura, a entrar no circuito de campanha com uma mensagem direta num cartaz: “Eu apoio!” A informação dominante é a de que Júlio Matos não é mais candidato. Há, porém, embora umas poucas vozes falem em sentido contrário, afirmando que houve apenas um contratempo, mas que a candidatura vingará. O fato é que, mesmo na dianteira, e com boa folga, Eudes Sampaio tem de apertar o acelerador e se distanciar das encrencas que querem formar à sua volta.

São Luís, 09 de Outubro de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *